Polícia apreende droga avaliada em R$ 1,5 milhão, no município de Japurá

Foram apreendidas 470kg de maconha do tipo skunk e os 30kg de cocaína

Manaus – Operação deflagrada pela Polícia Civil apreende meia tonelada de entorpecentes no município de Japurá (AM). A ação aconteceu no período de 5 a 7 de janeiro, na Comunidade Mameloca.

Os pacotes apreendidos estão marcados com diversos selos, segundo o diretor do Denarc, essa prática é para distinguir os donos (Foto: Anamaria Leventi/Divulgação)

De acordo com o diretor do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), delegado Paulo Mavignier, os entorpecentes foram encontrados em uma área de mata fechada, na zona rural de Japurá.

“A gente pretende continuar o trabalho muito forte no rio Japurá que é uma das rotas das drogas que chegam aqui em Manaus, então estamos trabalhando na fonte para evitar que essa droga chegue na capital e seja rapidamente pulverizada”, enfatizou.

Os 470kg de maconha do tipo skunk e os 30kg de cocaína, estão avaliados em R$ 1,5 milhão. Os pacotes apreendidos estão marcados com diversos selos, segundo o diretor do Denarc, essa prática é para distinguir os donos.

“O rótulo que vem no pacote indica o cartel que está produzindo a droga ou o destinatário do consórcio. Tem várias figurinhas, o carregamento é grande, tem vários donos, então a parte de cada um vem identificado”, explicou.

Para o secretário de segurança pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, essa é a primeira grande operação realizada no ano de 2020, um trabalho de investigação da Polícia Civil em conjunto com a Marinha Colombiana.

“Nessa semana, a Denarc fez uma apreensão de 400 kg de entorpecentes em Manaus. Resultado, em apenas oito dias de trabalho já quase uma tonelada de droga foi retirada do tráfico. Nós vamos contar com o apoio integral do Exército, vamos criar uma base no Rio Japurá e iremos fechar essa rota, próximo à fronteira”, disse.

A operação foi coordenada pelo Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), em conjunto com equipes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA), policiais civis da 59ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Japurá, integrantes da Companhia de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar, do 3° Pelotão Especial de Fronteiras (PEF) de Vila Bittencourt do Exército Brasileiro e da Marinha Nacional da Colômbia.

Anúncio