Polícia apurou mais de 800 denúncias de violência contra idosos em Manaus

De janeiro até setembro deste ano, foram registrados 5.047 boletins de ocorrência referentes à violência na terceira idade

Manaus – A Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso (DECCI), da Polícia Civil do Amazonas, realizou mais de 810 diligências investigativas domiciliares para apurar denúncias de violência contra o público da terceira idade em Manaus. As vistorias fazem parte da Operação Levítico e ocorrem diariamente, a partir de relatos de violações contra idosos recebidos pela unidade policial.

(Fotos: Carlos Soares / SSP-AM)

Conforme a delegada Andréa Nascimento, titular da DECCI, a operação é uma resposta às denúncias e visa dar celeridade aos casos. Conforme dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), de janeiro até setembro deste ano, foram registrados 5.047 Boletins de Ocorrência referentes à violência no segmento.

“As diligências domiciliares são realizadas diariamente pela equipe de investigação da Delegacia Especializada. Mas, em razão do aumento significativo de denúncias recebidas pela DECCI, no ano de 2020, fizemos a operação Levítico. Ocorre todos os meses e, no período de dois dias, tem o objetivo de apurar o maior número de denúncias possíveis, gerando grandes resultados no combate ao crime praticados contra idosos no âmbito familiar”, salientou a delegada.

De acordo com a delegada, as diligências são necessárias para comprovar a veracidade das denúncias e podem resultar até em prisões em flagrante. “É instaurado um inquérito policial, que é o procedimento investigativo no qual se juntam às provas necessárias para um possível indiciamento ou não dos autores. Isso que compõe o nosso bojo probatório para a finalização dos procedimentos”, explicou.

Rede de proteção

Um dos órgãos que participa da operação Levítico e atua de forma integrada com a Delegacia do Idoso é o Centro Integrado de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (Cipid), que tem por objetivo realizar atendimentos psicossociais por meio de uma equipe formada por psicólogos e assistentes sociais.

O grupo realiza visitas domiciliares, técnicas, mediações de conflitos e encaminhamento para a Rede de Proteção. O Cipid atua no acolhimento aos idosos e seus direitos violados.

A assistente social do Cipid, Ana Pires, ressalta a importância da parceria com a delegacia do idoso. “A intervenção nesse enfrentamento da violência contra a pessoa idosa, no âmbito familiar, vai muito além do que punir o agressor. Precisamos cuidar psicologicamente dessa vítima, por isso é tão importante esse trabalho da delegacia com o Cipid,” disse.

Denúncias

Crimes contra pessoas idosas podem ser denunciados em qualquer Distrito Integrado de Polícia (DIP) no Amazonas ou, ainda, de forma anônima por meio do 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

A Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso fica na rua 23, Parque Dez, próximo à rua do Comércio. O telefone de contato da unidade é o (92) 3214-5800.

Anúncio