Polícia Civil investiga estupro a menina venezuelana de 10 anos de idade

Em outro caso, um homem, de 59 anos, foi preso em flagrante suspeito de tocar nas “partes íntimas” de uma menina de 7 anos

Manaus – A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) investiga dois casos de estupro de vulnerável ocorridos no primeiro dia de 2019 em Manaus. Em um dos casos, uma menina venezuelana, de 10 anos, foi violentada pelo próprio padrasto que está foragido.

De acordo com a delegada interina da Depca, Grace Jardim, um Boletim de Ocorrência (B.O) sobre o caso foi registrado na especializada na tarde desta terça-feira (1º).

Casos foram registrados na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Foto: Eraldo Lopes/RDC)

A mãe da criança, uma mulher de 33 anos, que também é venezuelana, contou que saiu da quitinete onde mora, localizada no bairro Nova Floresta, zona leste de Manaus, por volta 13h30, para ir fazer compras. Quando retornou, flagrou o companheiro, que não teve a identidade divulgada, em cima de uma cama com a filha dela sem roupas.

A mãe da vítima acionou policiais militares da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), mas o suspeito conseguiu fugir a pé e ainda não foi localizado. Conforme informações do relatório do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), os policiais da 14ª Cicom ainda fizeram buscas pelo suspeito, mas ele conseguiu escapar.

Flagrante

Já durante a noite também desta terça-feira (1º), um homem de 59 anos, foi preso em flagrante suspeito de tocar nas partes íntimas de uma menina de 7 anos. A vítima era vizinha do suspeito.
O caso aconteceu por volta das 22h, no Beco Curitiba, bairro Colônia Antonio Aleixo, também na zona leste da capital.

Segundo consta no relatório do Ciops, a criança seguia para a casa de um familiar, quando foi surpreendida e arrastada pelo suspeito para dentro da casa dele. Na residência, a vítima relatou ao pai que o suspeito passou a mão nas “partes íntimas” dela.

O pai da criança acionou os policiais militares da 28ª Cicom que prenderam o homem ainda em flagrante.

Na Depca, o suspeito foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável, e, na tarde desta quarta-feira (2), foi levado para uma audiência de custódia no Fórum Henoch Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.