Polícia Civil prende em Eirunepé homem acusado de estuprar enteada em Manaus

Os abusos sexuais começaram quando a vítima tinha cinco anos de idade. Em carta, a criança relatou para a avó o que estava acontecendo

Eirunepé – Policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé (distante 1.160 quilômetros em linha reta de Manaus) prenderam, neste domingo (14), na comunidade rural Mourão, um homem de 30 anos, em cumprimento a mandado de prisão por estupro de vulnerável.

(Foto: Divulgação)

Segundo o investigador Gonzaga Júnior, os abusos sexuais começaram quando a vítima tinha cinco anos de idade. A família morava no bairro Zumbi, zona leste de Manaus. No ano de 2018, quando a criança tinha dez anos, ela escreveu uma carta para sua avó paterna, relatando tudo o que sofria. Na carta, ela contou os abusos, afirmou que sua mãe sabia de tudo e não fazia nada.

“A avó paterna foi quem fez a denúncia na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA). Depois de saber da denúncia, a mãe e o padrasto fugiram da capital e foram morar na zona rural de Eirunepé”, destacou Gonzaga.

Procedimentos 

O homem foi encaminhado para a 7ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) e ficará à disposição da Justiça. Ele aguardará sua transferência para Manaus a fim de cumprir a sentença.