Polícia Civil prende homem por latrocínio de esteticista ocorrido em 2019

Uma pedra foi utilizada para matar a vítima, que também foi estuprada

Manaus – Policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), sob coordenação do delegado Aldeney Goes, titular da especializada, cumpriram na manhã desta quarta-feira (22), por volta das 9h, mandado de prisão temporária em nome de Leonardo Bie da Costa, 30, envolvido no latrocínio da esteticista Cristiane de Oliveira Miranda, ocorrido no dia 24 de agosto de 2019, no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona leste da cidade. A vítima tinha 30 anos.

Além do acusado preso nesta quarta-feira (22), há outros três envolvidos no latrocínio da esteticista (Foto: Raquel Miranda/Arquivo GDC)

De acordo com a autoridade policial, o infrator foi preso na Rua 18, da comunidade Alfredo Nascimento, zona norte da capital. Na ocasião do crime, a vítima saiu da residência onde morava, no bairro Colônia Antônio Aleixo, para ir trabalhar. Após horas de desaparecimento, o corpo de Cristiane foi encontrado em um beco, no mesmo bairro onde morava. Segundo Goes, a mulher foi encontrada seminua. A bolsa e o celular da vítima foram subtraídos no delito.

“Após investigações, chegamos ao nome de quatro envolvidos no latrocínio, entre eles Leonardo. Confirmamos os nomes e, no início de janeiro, representei o pedido de prisão à Justiça. Na ocasião do crime, os autores, além de estuprar a vítima, utilizaram uma pedra para matá-la”, explicou Goes.

A ordem judicial em nome de Leonardo foi expedida no dia 3 de janeiro deste ano pelo juiz George Hamilton Lins Barroso, da Central de Plantão Criminal. O titular da DERFD destacou que as investigações em torno do caso seguem com o intuito de localizar os outros três indivíduos, sendo dois deles identificados como Elias Batista Nascimento e Jhon Anderson Monteiro Miranda. O terceiro infrator ainda não foi identificado.

Procedimentos

Leonardo foi indiciado latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da especializada, o infrator será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da cidade.

Anúncio