Polícia Civil resgata vítima de maus-tratos de apenas seis anos em Ipixuna

Na ocasião, foram constatados vários hematomas no corpo da criança

Ipixuna – Nesta terça-feira (26), por volta das 16h, policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Eirunepé (distante 1.160 quilômetros em linha reta da capital), fizeram o resgaste de uma criança de seis anos, que sofria maus-tratos da mãe, na cidade de Ipixuna (distante 1.367 quilômetros em linha reta da capital). A ação, em parceria com o Conselho Tutelar dos dois municípios, teve suporte da Polícia Civil de Ipixuna.

(Foto: Divulgação)

De acordo com o gestor da unidade de Eirunepé, a mãe da criança é dependente química e sempre agredia a filha quando estava sobre efeito de drogas. A mulher, inclusive, já havia sido denunciada diversas vezes pelos vizinhos.

Com essa informação, o Conselho Tutelar de Ipixuna entrou com um pedido de transferência da guarda da criança para a tia dela, residente em Eirunepé. A ação teve parecer favorável a familiar e, nesta terça-feira, o resgate da vítima foi feito de avião. Na ocasião, foram constatados vários hematomas no corpo da criança.

“Essa criança já vinha sendo maltratada há muito tempo por sua genitora e graças às denúncias dos vizinhos e à decisão judicial, conseguimos fazer o regaste da vítima com êxito. Lembramos que fazer denúncias é sempre importante por parte da população, pois nos ajuda a salvar vidas e tirar das mãos dos agressores as vítimas”, ressaltou Gonzaga.

Procedimentos

A genitora foi indiciada por maus-tratos e a criança levada para a casa da tia dela, em Eirunepé.

Anúncio