Polícia confirma seis mortos durante confronto no Santo Agostinho, em Manaus

Os suspeitos alvejados foram conduzidos ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, no bairro Compensa, mas não resistiram aos ferimentos e morreram na unidade

Manaus – Mais três mortes foram confirmadas pela polícia durante confronto na madrugada deste domingo (21), no bairro Santo Agostinho, zona oeste de Manaus. Os suspeitos atiraram contra policiais da Força Tática e Batalhão Choque nas ruas Oitante e Coronel Teixeira. Um grupo armado tinha a intenção de invadir a área.

(Foto: Divulgação / PMAM)

Os suspeitos alvejados foram conduzidos ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, no bairro Compensa, mas não resistiram aos ferimentos e morreram na unidade.

Durante ação, na Rua Oitante, foram apreendidos dois revólveres calibre 38; munições intactas e deflagradas. Já na Coronel Teixeira, foram apreendidas, uma submetralhadora, 9mm; um revólver, calibre 38 e uma arma de fogo, calibre 13.

Até o 18h27 de hoje, mais dois homens foram identificados, Cassiano Pinho da Silva, 27, e Herbert de Almeida Pereira, 30.

Leia mais: Três homens são mortos após confronto com polícia na zona oeste de Manaus

Os corpos foram removidos pelo Instituto Médico (IML) removeu os corpos dos homens. As armas e munições foram apresentados do 19 Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Na última semana, dois corpos foram abandonados no bairro Santo Agostinho. Ele foram abandonados, na Rua Santa Rita, no último dia 15 deste mês. Segundo a polícia, dupla estava desaparecida e foi estrangulada.

Após abondarem os corpos, os homens ainda atiraram contra a dupla. Um dos suspeitos havia saído do sistema prisional há três meses.

Leia mais: Homens são encontrados mortos e amarrados em rua na zona oeste de Manaus

Anúncio