Polícia desarticula casa de prostituição na zona norte de Manaus

No local, duas adolescentes de 17 anos foram apreendidas; elas atuariam como ‘funcionárias’ da casa. Proprietários da casa e um cliente foram presos

Manaus – Na tarde desta quarta-feira (14), por volta das 13h, a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) recebeu denúncia anônima sobre o funcionamento de casa de prostituição na Rua Shalon,  bairro Colônia Santo Antônio, na zona norte da capital. No local, a polícia apreendeu duas adolescentes de 17 anos que ‘trabalhavam’ no estabelecimento.

(Foto: Ceylla Monick)

Conforme a delegada Joyce Coelho, um homem de 43 anos, e uma mulher de 22, foram presos em flagrante. Eles eram responsáveis pelo estabelecimento, onde dez mulheres e as duas adolescentes atendiam clientes. Todos os envolvidos foram conduzidos à Depca. No local, um homem que foi encontrado com uma das menores recebeu voz de prisão.

“Nos apreendemos as máquinas em que eram feitos os pagamentos, demonstrando que era uma atividade lucrativa para a proprietária, principalmente, considerando o relato das vítimas, que elas acabavam devendo muito mais do que lucrando”, disse a delegada.

O celular do estabelecimento também foi apreendido, era por ele que a proprietária divulgava as mulheres e as meninas para uma lista de clientes. O aparelho deve ajudar nas investigações.

Após os procedimentos cabíveis, os envolvidos serão encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT). Eles responderão pelo crime de favorecimento à prostituição e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Anúncio