Polícia prende dupla que clonava veículos

Um dos infratores, Clauber Ferreira Magalhães, é apontado como o segundo remarcador de veículos do Amazonas

Manaus – Clauber Ferreira Magalhães, 29 e Joel Martins Ramos, 28, foram presos pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV). A dupla estava em posse de três veículos clonados (modelos Gol, cor vermelha, HB20, cor branca e um Polo Sedan, cor vermelha), além de materiais de remarcações de sinais identificadores e documentos de veículos.

O material que foi apreendido pela equipe da DERFV (Foto: Divulgação)

Segundo informações do degelado Cícero Túlio, titular da DERFV, Clauber Ferreira é apontado como o segundo remarcador de veículos do Amazonas e já foi alvo de outras investigações da delegacia. “Ele inclusive é responsável por receber cerca de 80% dos veículos que são roubados e furtados na capital amazonense para que possam ser adulterados, explicou o delegado.

Ferreira é considerado ‘discípulo’ do ex-presidiário Jerson Rodrigues Ferreira. Ele, segundo a especializada, foi responsável por clonar o veículo utilizado na morte do advogado Armando de Oliveira Freitas, em 4 de maio de 2018.

A dupla estava arquitetando a morte de um empresário do ramo de oficina automotiva que não queria mais ceder o seu espaço para que fosse realizada a clonagem dos veículos. “Clauber nos confidenciou que realmente realizava essa atividade criminosa de clonagem de veículos e nos indicou onde poderiam ser apreendidos os instrumentos que eram utilizados para as remarcações dos chassis”, destacou Cícero.

Parte da documentação apreendida pela polícia durante a ação foi identificada, e está relacionada a veículos que foram roubados e já foram recuperados e entregues aos proprietários. A outra parte da documentação está sendo analisada pela equipe da DERFV para identificar se são falsas ou se tratam de documentos de veículos que já foram roubados ou clonados por parte dessa quadrilha.

Segundo o delegado Cícero Túlio, a especializada continua investigando outros possíveis envolvidos com o grupo criminoso de clonagem de veículos. “Existem áudios que foram propagados em redes sociais de conversas por parte do Claudio e do Jerson, que apontam a participação incisiva, de outros remarcadores”.

A dupla foi flagranteada por associação criminosa, receptação e adulteração de sinal identificador.

Anúncio