Polícia prende irmãs que tramavam emboscadas contra motoristas de aplicativo

As infratoras foram indiciadas por roubo majorado e associação criminosa

Manaus – A polícia cumpriu na tarde da quarta-feira (31), por volta das 15h, mandados de prisão temporária em nome das irmãs Tamires Monteiro Nunes, 19, e Tais da Silva Nunes, 20, investigadas por envolvimento em roubos de veículos de motoristas de aplicativo.

As irmãs foram reconhecidas por uma vítima, que teve o veículo roubado em janeiro (Foto: Divulgação/PC)

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), as irmãs foram presas no bairro Novo Israel, zona norte da capital. “Tais e Tamires solicitavam as corridas e, ao chegarem aos locais de destino, surpreendiam os motoristas, anunciando os roubos. As irmãs atuavam em conjunto com dois homens, que estão sendo procurados pela polícia”, disse.

Conforme a autoridade policial, durante as investigações, as irmãs foram reconhecidas por uma vítima, que teve o veículo, marca Chevrolet, modelo Prisma, roubado no dia 21 de janeiro deste ano, no conjunto Nova Floresta, bairro Tancredo Neves, zona leste da capital.

“Suspeitamos que as irmãs tenham participado de outros três roubos na capital, em razão de outras ocorrências registradas na especializada, com o mesmo modo de operação. As ordens judiciais em nome de Tais e Tamires foram expedidas no dia 7 de junho deste ano”, relatou o delegado.

As infratoras foram indiciadas por roubo majorado e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da Derfv, elas serão conduzidas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irão permanecer à disposição da Justiça.