Polícia prende quatro e apreende adolescente com revólver, no Chapada

Os suspeitos foram: Fábio Caíque de Oliveira Nunes, 19, Daniel Joab Garcia Lima, 18, Luan da Silva Lima, 20, e Rogério Romero Santiago, 19

Manaus – Quatro homens foram presos e um adolescente apreendido, na tarde deste domingo (12). O quarteto estava com um revólver, calibre 38, na Travessa Pedro Teixeira, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus, segundo um sargento da Polícia Militar, que se identificou “D. Nunes”, da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). A mãe de um dos jovens esteve presente no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e chorou ao ver o filho sendo preso.

Os suspeitos foram: Fábio Caíque de Oliveira Nunes, 19, Daniel Joab Garcia Lima, 18, Luan da Silva Lima, 20, e Rogério Romero Santiago, 19. Por volta das 15h, policiais militares da 22 ª Cicom receberam uma denúncia de que cinco homens estariam portando uma arma de fogo em via pública. Ao perceberem a chegada de uma viatura policial, os suspeitos fugiram, mas foram alcançados pelos policiais e foram presos. Junto a Fábio Caíque foi apreendido o revólver calibre 38 com numeração suprimida.

Quarteto mais o adolescente foram levados à delegacia (Foto: Raquel Miranda/GDC)

“Quando foram abordados, esses indivíduos chegaram a entrar em um beco, que dá acesso a um rip-rap, de onde eles entraram dentro de uma casa. Ao cercamos a moradia, com o apoio de outras viaturas, abordamos os cinco, efetuando as prisões deles, além da apreensão de uma arma e quatro munições”, relatou o sargento D. Nunes.

Segundo o policial militar, não se sabe se essa era a única arma em posse dos suspeitos. “Talvez, eles tivessem se livrado de outras que possuíssem, antes de chegarmos até os jovens”, afirmou.

Revólver apreendido (Foto: Raquel Miranda/GDC)

De acordo com o policial, Fábio confessou, à equipe da polícia, que cometeu um homicídio no ano passado, no bairro Chapada. Na tarde deste domingo, ele foi autuado em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo, enquanto que os procedimentos com relação aos outros quatro indivíduos ainda serão determinados pelo 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde eles se encontram presos.