Preso homem suspeito de manter companheira em cárcere privado

A mulher disse que não tinha coragem de registrar Boletim de Ocorrência (BO) contra o companheiro por amá-lo

Manaus – A Polícia Civil informou, na tarde desta terça-feira (25), a prisão de um servente de pedreiro, de 22 anos, suspeito de agredir fisicamente e manter em cárcere privado a companheira dele, de 20 anos. A prisão ocorreu, na manhã desta terça, no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus.

De acordo com a delegada Débora Mafra, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), o homem foi preso em flagrante e a prisão aconteceu após familiares da mulher formalizarem a denúncia na delegacia.

Prisão ocorreu nesta terça-feira (25) (Foto: Reprodução)

Na ocasião, segundo a delegada, os parentes relataram que a jovem estava sendo mantida presa dentro da própria casa e era agredida constantemente. A equipe da especializada foi até o local indicado e constatou a veracidade da delação.

“O infrator saía do imóvel e deixava a companheira trancada. Ele não estava no local e havia levado a chave da residência. A jovem nos indicou o lugar onde o infrator poderia ser encontrado. Imediatamente, nos deslocamos até as redondezas da casa, onde rapidamente nós o encontramos. Ao entrarmos na residência, constatamos que a vítima estava gravemente lesionada no olho direito. Diante dos fatos, dei voz de prisão em flagrante ao infrator”, explicou Mafra.

Conforme a titular do DECCM, a vítima relatou que vivia junto com o infrator há quatro anos e que tem uma filha com ele. Entretanto, ela não tinha coragem de registrar Boletim de Ocorrência (BO) contra o companheiro por amá-lo. O jovem foi autuado em flagrante por lesão corporal e cárcere privado. Ele será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da cidade.

Denúncia

A delegada ressaltou que qualquer tipo de ocorrência que atente contra a integridade física ou moral da mulher pode ser formalizada na especializada, situada na Avenida Mário Ypiranga Monteiro, conjunto Eldorado, bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul da capital, ou por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu Débora.