Polícia prende suspeitos da morte de homem encontrado na Ponta Negra

Conforme o delegado plantonista da DEHS, os suspeitos declararam, em depoimento, que tiveram uma briga com a vítima, após terem passado a madrugada consumindo entorpecente

Manaus – Fernando Eugênio de Souza, 23, e Rodrigo Araújo, 31, foram presos em flagrante, na manhã desta terça-feira (26), na Praia da Ponta Negra, zona oeste da cidade, suspeitos de serem os autores da morte de Denis Daquean Marques Alho, 32. O corpo dele foi encontrando boiando, na orla da praia, nesta manhã, com marcas de agressão física.

Conforme o delegado plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Fábio Silva, os suspeitos declararam, em depoimento, que tiveram uma briga com a vítima, após terem passado a madrugada consumindo entorpecentes em uma área restrita da praia.

“Eles falaram que estavam usando entorpecentes, até que tiveram uma discussão. Inclusive, um dos autores, estava usando, no momento da prisão, a bermuda da vítima. Durante a madrugada, aquela área onde tem várias pedras, no lado esquerdo, que é até interditado, muitas pessoas vão para ali usar entorpecentes. A discussão envolve esse uso de drogas, e qualquer tipo de atrito ou confusão, gera uma situação como essa”, explicou.

Fernando Eugênio de Souza, 23, e Rodrigo Araújo, 31, foram presos suspeitos da morte de Denis Daquean Marques Alho (Foto: Divulgação/Stephane Simões)

Os suspeitos foram detidos pela Ciclopatrulha da Polícia Militar (PM), que fazia ronda pelo local e foi abordados por uma pessoa que presenciou toda a situação. “Nós nos deslocamos para o encontro de cadáver. Chegando lá, a Polícia Militar já tinha abordado os possíveis suspeitos. Nós iniciamos os nossos procedimentos de interrogatório, conseguimos encontrar uma testemunha que viu a situação e relatou, exatamente, todo o ocorrido”, disse.

Após a abordagem, os suspeitos foram levados para o prédio da DEHS, na zona leste, onde prestaram depoimentos. “Nós estamos fazendo todo o procedimento de flagrante. Testemunhas já prestaram depoimentos. E os suspeitos serão encaminhados para a audiência de custódia”, acrescentou o delegado.

Os suspeitos devem ser encaminhados para audiência de custódia nesta quarta-feira (27), no Fórum Ministro Henoch Reis, bairro São Francisco, zona centro-sul.

Anúncio