População se revolta após morte de jovem com tiro de um policial em Manaus; Veja vídeos

Felipe Cavalcante foi socorrido, mas não resistiu ao único disparo na região da cabeça e morreu no hospital

Manaus – O entregador de delivery Felipe Cavalcante dos Santos, 21, morreu após ser atingido por um tiro na cabeça, disparado por um soldado da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) que estava fora de serviço, na Avenida Solimões, bairro Parque Mauá, zona leste de Manaus. O policial foi preso em flagrante.

(Foto: Reprodução)

De acordo com a Polícia Civil (PC), tudo começou por volta das 19h, quando um amigo do policial, teve sua motocicleta roubada por uma dupla de criminosos na zona leste da capital.

A moto estava sendo rastreada pelo GPS e o soldado acompanhou a localização, até chegar na Avenida Solimões, onde a motocicleta ficou bloqueada. O policial então viu os suspeitos fugindo em uma área de mata na região.

Ainda segundo a polícia, o policial decidiu então efetuar vários disparos em direção a região de mata, onde só depois percebeu ter atingido Felipe Cavalcante. A dupla de suspeitos abandonou a moto no local e conseguiu fugir.

O soldado ainda tentou chamar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para socorrer a vítima, mas devido a revolta da população que conhecia o jovem, não conseguiu e quase foi agredido pelos populares. Uma guarnição da Polícia Militar chegou no momento da confusão.

Felipe Cavalcante foi socorrido pelos próprios populares, em uma carro particular e foi levado para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio. A vítima não resistiu ao único disparo na região da cabeça e morreu na unidade hospitalar.

Ao saberem da morte do jovem entregador de delivery, os moradores do Parque Mauá fizeram uma intensa manifestação na própria Avenida Solimões, cobrando justiça.

blank

(Foto: Divulgação)

Policiais Militares e também da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), foram ao local para conter a revolta da população, que ateou fogo em vários materiais bloqueando a pista.

O soldado da PM foi flagranteado por homicídio e encaminhado a um batalhão da própria PM. A Polícia Civil continua investigando o caso.

Veja vídeos:

Anúncio