Presidiário usa ‘tereza’, sai pela janela, cai de altura de 5 metros e foge de hospital

O segurança afirmou, também, que os médicos informaram que o homem corre risco de morte e pode morrer em poucos dias caso não seja atendido em poucos dias

Manaus – Um presidiário, de nome não divulgado, fugiu do quinto andar do Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona leste de Manaus, onde estava internado, usando uma corda feita com lençois, conhecida popularmente como “tereza”, na tarde deste domingo (7). O homem conseguiu descer até o segundo andar do prédio do hospital e despencou de uma altura de, aproximadamente, cinco metros, segundo informou equipe de segurança que atua no hospital.

Um dos seguranças, que pediu para não ter o nome divulgado, disse o presidiário amarrou a corda na janela do quarto, onde ele estava internado, e tentou descer até o térreo. No entanto, a tereza partiu quando ele estava descendo na altura do segundo andar e o homem caiu. O agente de segurança disse acreditar que o homem estava mancando e que, por isso, não foi percebido como um fugitivo.

Presidiário desceu até o segundo andar com a ajuda da ‘tereza’ e despencou de altura de 5 metros, segundo equipe de segurança (Foto: Alan Geissler/GDC)

O homem estava internado com uma crise de pneumonia e estava com a saúde debilitada. O segurança afirmou, também, que os médicos informaram que o homem corre risco de morte e pode morrer em poucos dias caso não seja atendido em poucos dias.