Preso casal que tentou roubar e esfaqueou motorista de APP em Manaus

A vítima foi esfaqueada cerca de oito vezes, e os golpes atingiram os braços, ombros e pernas

Manaus – João Lucas Pimenta de Jesus, 20, e Naira Pinto da Silva, 21, foram presos na manhã de segunda-feira (29), suspeitos de tentar roubar e esfaquear um advogado de 40 anos, que estava trabalhando como motorista de aplicativo. O crime ocorreu no dia 22 de novembro, no bairro Amazonino Mendes, zona leste de Manaus.

Advogado e também motorista de APP fazia uma corrida quando foi ferido. (Foto: Reprodução)

Durante coletiva de imprensa realizada no prédio da Delegacia Geral, na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, nesta terça-feira (30), o delegado-geral adjunto, Tarson Yuri Soares, parabenizou a equipe da unidade policial pelo êxito em localizar o casal.

“O resultado da investigação policial foi excepcional, porque a equipe conseguiu lograr êxito no cumprimento das ordens judiciais e trazer segurança à população”, esclareceu Yuri.

Também presente na coletiva, o delegado Alessandro Albino, diretor do Departamento de Polícia Metropolitano (DPM), enfatizou o trabalho das equipes envolvidas na ação que culminou na desarticulação da dupla criminosa.

“Com muita eficiência, a PC-AM conseguiu identificar os indivíduos e cumprir as prisões preventivas. Assim, mostramos mais um trabalho exitoso, que contribuiu para retirar ambos de circulação e evitar que eles cometessem outros crimes de tamanha barbaridade”, disse Albino.

Segundo o delegado Leonardo Marinho, titular da unidade policial, na ocasião do delito, a vítima estava trabalhando como motorista, momento em que recebeu o chamado de uma corrida, via aplicativo de transporte privado urbano.

“A corrida durou apenas quatro minutos, com locais de partida e destino naquele mesmo bairro, momento em que o assalto foi anunciado. A dupla rendeu a vítima, que também foi esfaqueada cerca de oito vezes, sendo atingida nos braços, ombros e pernas. O motorista teve ainda que se jogar pela janela do veículo na tentativa de escapar da dupla”, explicou o delegado.

blank

Mulher também participou de ação criminosa. (Foto: Reprodução)

A autoridade policial enfatizou que após as equipes tomarem conhecimento da ação criminosa, as diligências foram iniciadas e foi constatada a participação de João Lucas e Naira no fato.

Os mandados de prisão preventiva em nome deles foram solicitados junto à Justiça, tendo sido expedidos na última quarta-feira (24/11), pela juíza Eulinete Melo Silva Tribuzy, do Plantão Criminal.

Na segunda-feira, os policiais identificaram o paradeiro da dupla. João Lucas foi preso no bairro São José Operário, na casa de sua madrinha, e Naira no Jorge Teixeira, na casa de seu irmão, ambos na zona leste da capital.

A dupla responderá pelo crime de roubo majorado tentado qualificado. Eles serão encaminhados para Central de Recebimento e Triagem (CRT), e, após audiência de custódia, permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Anúncio