Preso por tentativa de homicídio diz que era ameaçado por recusar entrar em facção

Segundo a polícia, o suspeito do crime alegou que era ameaçado pela vítima e, por isso, tentou matá-la com dois tiros. O caso foi registrado em Ipixuna

Manaus – Francisco Eller Santana, 20, foi preso em Ipixuna (a 1.367 quilômetros de Manaus), na última segunda-feira (9), por suspeita de tentar matar a tiros Francisco Silva de Freitas, 22. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o suspeito informou que a vítima o ameaçou após ele não aceitar entrar em uma facção criminosa, e por isso cometeu o crime.

Francisco foi apresentado na 67ª Delegacia Interativa de Polícia (Foto: Divulgação/PM)

Por volta das 20h, os policiais militares receberam informações que, na Rua JosÉ Nogueira, Francisco de Freitas tinha sido baleado com dois tiros, sendo um no tórax e outro na cabeça. O homem foi encontrado na Unidade de Saúde Maria da Glória Dantas.

No hospital, a vítima informou aos policiais a identificação do atirador. Com base em informações do homem, as equipes conseguiram localizar e prender o suspeito por volta das 23h, na casa onde ele morava.

Após a prisão, Francisco Eller confessou aos policiais ter sido o autor dos disparos. À polícia, Francisco disse que resolveu praticar o crime após o homem tê-lo ameaçado de morte, caso não aceitasse entrar para a sua facção criminosa. Disse, ainda, ter jogado a arma usada em um igarapé.

Francisco foi apresentado na 67ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) para as providencias cabíveis. A vítima, segundo a polícia, segue internada e seu estado de saúde é grave. De acordo com a PM, Francisco já havia sofrido uma outra tentativa de homicídio, no dia 28 de fevereiro deste ano. Na ocasião, ele foi atingido com três tiros.