Preso suspeito de executar com nove tiros homem em recepção de hospital

Nickson é suspeito de ter executado Peteleco, que era ‘guardador de carros’ em frente ao hospital onde o crime aconteceu

Manaus – Nickson Santos de Queiroz,25, foi preso na noite desta quarta-feira (25) suspeito de matar a tiros o flanelinha Tonny Franceilton Ferreira dos Santos,31, conhecido como ‘Peteleco’, no interior de um hospital particular na Avenida Ayrão, zona centro-sul de Manaus. De acordo com a família, a vítima era usuário de drogas e devia algumas pessoas. Policiais trabalham com a hipótese da execução ser um possível acerto de contas.

Nickson foi atingido na cabeça durante o ocorrido e buscou socorro no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto (Foto: Yago Frota/GDC)

De acordo com informações da polícia, outros três suspeitos ainda não identificados teriam participação no crime. O caso aconteceu quando um carro modelo Gol, cor branca, placa não identificada, parou na frente do hospital e Nickson desceu do veículo indo na direção de Franceilton. No momento do crime, pacientes e recepcionistas estavam no local.

O delegado Adjunto da DEHS, Rapahel Campos, explicou detalhes da ocorrência policial. “Logo após o crime nossa equipe foi até o local do fato para verificar a existência de vídeos. O autor, foi alvejado com um disparo de arma de fogo na cabeça durante a ação criminosa e devido a esse disparo, o suspeito de ser autor do crime procurou atendimento médico no Hospital 28 de Agosto. Quando chegou lá, os policiais que estavam de plantão na 24ª Cicom acharam a história estranha, pelo fato de mudar a versão dos fatos durante questionamentos”.

blank

Nickson tem passagem na polícia por tráfico de drogas (Foto: Yago Frota/GDC)

O suspeito chegou a ser encaminhado ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde a equipe de plantão estava realizando diligências complementares em relação ao local do crime. Com os policiais estava uma testemunha. Ainda de acordo com Raphael, a testemunha reconheceu Nickson como o autor do crime.

Segundo a polícia, Nickson tem passagem na polícia por tráfico de drogas. Ele foi autuado em flagrante por homicídio e será encaminhado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis e ficará à disposição da Justiça.

Anúncio