Primos são presos suspeitos de integrar facção criminosa, no Careiro Castanho

Segundo a polícia, os dois foram presos no momento em que chegavam em Manaus, com uma pistola calibre 380

Manaus – Os primos Gibson de Oliveira Torres, 22, e Wesley Oliveira Assunção, 22, suspeitos de integrar uma facção criminosa, no Careiro Castanho (a 76 quilômetros de Manaus), foram presos na noite da última quinta-feira (31). De acordo com o diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), delegado Guilherme Torres, a prisão ocorreu no momento em que os dois chegavam no Porto de Manaus, com uma pistola calibre 380.

Os primos foram autuados por posse ilegal de arma e associação criminosa (Foto: Raquel Miranda)

O delegado informou que Wesley é irmão de Bruno Oliveira, preso pela PC por suspeita de ser um dos líderes da organização no município. Torres explicou que foi Bruno, que está no sistema prisional, no Careiro Castanho, quem deu ordem para que o irmão e o primo viessem a Manaus.

“Não temos como confirmar, ainda, se eles estavam vindo a Manaus para vender a arma como nos disseram ou se para praticarem algum assalto. Mas o envolvimento na organização criminosa está confirmado”, disse Torres.

Com a dupla, os policias do DRCO apreenderam a pistola calibre 380, que, segundo a polícia, estava avaliada em cerca de R$ 6 mil, além de um carregador com várias munições.

Os primos foram autuados por posse ilegal de arma e associação criminosa. Já Bruno será indiciado por associação criminosa. Eles serão encaminhados para audiência de custódia, em Manaus.

Anúncio