Professor é morto na frente da filha enquanto ia para o trabalho

O crime ocorreu na manhã desta quarta-feira (15), no Beco Santa Maria, Rua União, bairro Compensa, zona oeste da capital

Manaus – Um dia após comemorar o Dia dos Professores, Diego Lima de Araújo, 36, que era professor, foi morto com pelo menos quatro tiros, por volta das 6h40, desta quarta-feira (16), no Beco Santa Maria, Rua União, bairro Compensa, zona oeste da capital. Conforme a polícia, a vítima trabalhava na Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, no mesmo bairro do homicídio.

De acordo com informações de populares repassadas para policiais da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Diego estava indo para o trabalho, na companhia da filha, quando um homem, ainda não identificado, passou pelo local e efetuou os disparos de arma de fogo.

Ainda de acordo com a polícia, o professor foi morto após uma tentativa de latrocínio no qual teve um celular e um cordão roubados. Os familiares não quiseram gravar entrevista por estarem abalados com o ocorrido. A corporação deve investigar, ainda, se o homicídio tem alguma outra relação.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) foi acionado para apurar as causas da morte junto ao Instituto Médico Legal (IML) que fez a remoção do corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) segue investigando o caso.

Anúncio