Quadrilha liderada por sargentos da PM é presa na Manaus Moderna

Durante ação da Polícia Civil, seis homens foram presos e dois adolescentes apreendidos. Drogas, armas de fogo e carros também foram apreendidos

Manaus – Uma organização criminosa liderada por dois sargentos da Polícia Militar (PM) foi presa suspeita de tráfico de drogas, em uma operação da Polícia Civil (PC), na manhã desta terça-feira (5), na Manaus Moderna, Centro, zona sul da capital. Durante a ação, as equipes de investigação apreenderam 28 quilos de maconha do tipo ‘skunk’ e um quilo de cocaína pura, além de armas de fogo e dois carros.

De acordo com o delegado Sinval Barroso, diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), os sargentos da PM Hamilton Pereira de Almeida, 38, e Miqueias Costa Souza, 32, eram os principais membros da organização, enquanto que os demais atuavam como ‘mulas’, trazendo drogas a eles, do interior do Estado. “Aqui, em Manaus, os PMs recebiam os entorpecentes e os vendiam para outros traficantes”, disse o delegado.

Sargentos da PM eram os principais membros da organização, enquanto que os demais atuavam como ‘mulas’ (Foto: Filipe Távora/Divulgação)

Ainda conforme Barroso, há mais criminosos envolvidos, como os produtores das drogas, no interior do Estado, e os responsáveis por transportar o material por meio de embarcações.

Os suspeitos já estavam sendo investigados pela equipe do DRCO, devido à alta movimentação financeira, de cerca de R$ 100 mil por mês, que, após investigações, foi comprovada como sendo proveniente do tráfico de drogas.

Durante a madrugada desta terça-feira, a equipe do DRCO recebeu informações de que os suspeitos receberiam um carregamento vindo de Coari (a 363 quilômetros a oeste de Manaus), por meio da embarcação ‘Leão de Judá’.

O departamento enviou, então, uma equipe de investigação ao local, situado na Manaus Moderna, Centro da capital, e interceptou os sargentos da PM Hamilton e Miqueias, que estavam em um carro cinza, modelo HB20. Com eles foram encontrados seis pacotes de maconha do tipo “skunk”. Ainda no Centro da cidade, as equipes de investigação abordaram outros dois carros, na área do Porto de Manaus. Em um dos veículos, um táxi de modelo Pálio Weekend, a polícia prendeu Francisco de Paula Araújo, 34, com o qual encontrou mais dois pacotes de maconha do tipo ‘skunk’. No segundo carro, uma Strada de cor laranja, a polícia prendeu Eriomar Frota de Freitas, 20, Geyson Ferreira dos Santos, 20, Maycon Anderson Moura de Souza, 42 e apreendeu dois adolescentes, um de 16 anos e outro de 17. A equipe do DRCO encontrou, em posse dos presos, mais 17 pacotes de drogas. O táxi e a Strada foram apreendidos.

Em sequência, os policiais se dirigiram ao bairro Zumbi II, na zona leste de Manaus, onde apreenderam mais um quilo de cocaína pura e material para embalo de drogas. Hamilton confessou à polícia que os entorpecentes eram dele e do outro sargento. Também foram apreendidas duas pistolas de modelo .40 e 21 munições, além de uma balança de precisão.

Encaminhamentos

Os seis homens responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo levados à audiência de custódia no Fórum Henoch Reis, situado no bairro São Francisco, zona sul da capital. Já os adolescentes serão encaminhados à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), respondendo por ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Posicionamento da Polícia Militar

Em nota, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) informou que ao tomar conhecimento da prisão de dois policiais militares, acionou a Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) e a Corregedoria do Sistema de Segurança Pública. A PMAM informou ressaltar que não compactua com estes desvios de conduta.

Além de responderem pelo crime na Justiça Comum, responderão pelos crimes na Justiça Militar, por serem militares. O Alto Comando lamenta o ocorrido e ressalta que precisa “cortar na própria carne com medidas rigorosas”. Os policiais envolvidos, após exercerem o direito de ampla defesa, serão punidos com a expulsão da Corporação.

Anúncio