Quarteto é preso com droga sintética que seria vendida em Manaus, diz polícia

A polícia apreendeu 95 comprimidos de metanfetamina, 45 comprimidos de ecstasy, uma cartela de LSD e 12 frascos de lança perfume

Manaus – Alisson Luiz de Souza Izidoro, 33, Anderson Gabriel Queiroz Mesquita, 24, Brena Raquel Mourão Gonçalves, 27, e Thiago Morais Pandura, 25, foram presos em flagrante por suspeita de tráfico de drogas, na tarde desta quinta-feira (6), na zona sul de Manaus. Com o quarteto, a polícia encontrou uma quantidade de droga sintética que seria vendida em festas noturnas, segundo a Polícia Civil.

De acordo com o delegado titular do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Marcelo Martins, foi iniciada uma investigação para solucionar casos de homicídios ocorridos na área central da cidade. Alisson é suspeito de participar de alguns destes crimes, segundo apontaram as investigações policiais.

“Começamos a fazer levantamentos e descobrimos que ele coordenava um grupo criminoso responsável pelo tráfico de drogas sintéticas. Realizamos diversas diligências e confirmamos essas informações”, explicou o delegado.

Os quatro suspeitos foram presos em flagrante (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (VECUTE) expediu um mandado de busca e apreensão nos três imóveis de Alisson, sendo dois no Centro e um no Japiim, ambos na zona sul.

Anderson, Brena e Thiago foram encontrados em um apartamento de Alisson no Centro. No local, a polícia apreendeu drogas, duas balanças de precisão e um Cobalt. Alisson foi localizado em outro ponto, também no Centro, com dois revólveres calibre 38, munições, drogas, um veículo BMW e cerca de R$ 10 mil em espécie.

A polícia conseguiu apreender 95 comprimidos de metanfetamina (Foto: Raquel Miranda/GDC)

Os quatro suspeitos foram presos em flagrante e autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles foram encaminhados ao Fórum Ministro Henoch Reis para a audiência de custódia.

Drogas sintéticas

Nos três locais, a polícia conseguiu apreender 95 comprimidos de metanfetamina, 45 comprimidos de ecstasy, uma cartela de LSD, 12 frascos de lança perfume, porções e tabletes de haxixe e pequenas porções de maconha.

Foram apreendidos 12 frascos de lança perfume (Foto: Raquel Miranda/GDC)

Segundo o delegado Marcelo, a droga que chamou atenção durante as apreensões foi a metanfetamina. “A cristal (metanfetamina) é muito difícil de encontrar e gera um efeito muito duradouro. O indivíduo fica 12h em efeito com a substância diferente, por exemplo, da cocaína, que o efeito dura três horas. É uma droga muito forte que infelizmente entrou na nossa cidade”, disse.