Quinze pessoas são capturadas durante operação no conjunto Viver Melhor

Operação ‘Treme Terra’ prendeu 14 pessoas, além de apreender um adolescente, suspeitas de crimes como tráfico de drogas, posse de arma de fogo e falsificação de bebida alcoólica

Manaus – A operação ‘Treme Terra’ prendeu 14 pessoas, além de apreender um adolescente, suspeitas de crimes como tráfico de drogas, posse de arma de fogo e falsificação de bebida alcoólica. Entre os presos está o ex-presidiário Emerson William Lima Saldanha, conhecido como ‘X-Salada’, apontado como assassino da dona de casa Berenice Silva do Carmo, de idade não divulgada.

As prisões aconteceram no conjunto habitacional Viver Melhor, situado no bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus.

Operação ‘Treme Terra’ resultou na prisão de 14 pessoas, além da apreensão de um adolescente, suspeitos de crimes como tráfico de drogas, posse de arma de fogo e falsificação de bebida alcoólica. (Foto: Jimmy Geber/RDC)

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, a Polícia Civil (PC) planeja instaurar mais mandados de prisão direcionados ao conjunto Viver Melhor. “Estamos diante de um rosário de crimes. Era uma determinação incessante do ex-governador Amazonino, que nós déssemos uma resposta ao Viver Melhor”, disse o coronel.

Dentre os materiais apreendidos no Santa Etelvina, constam: 14 porções grandes de maconha; três porções grandes de oxi; 355 porções pequenas de entorpecentes que variam entre maconha, oxi e cocaína em pó; sete balanças de precisão; quatro armas de fogo, sendo um revólver de calibre 38, uma pistola 765, uma pistola 380 e um rifle de calibre 44.

Além desses itens, a polícia também apreendeu sete munições intactas; dois carros com restrição de roubo; uma motocicleta com os sinais identificadores adulterados; 11 celulares e um caderno com a contabilidade do tráfico de drogas.

Material apreendido durante a Operação Treme Terra. (Foto: Jimmy Geber/RDC)

Prisões

Durante a operação foram presos: David Pinto dos Santos, conhecido como ‘Maloca’ (tráfico de drogas); Fernando Pinto dos Santos (tráfico de drogas); Alice Motta Teixeira (tráfico de drogas); Wellington Ferreira da Costa (tráfico de drogas); Adauto Serrão de Melo (tráfico de drogas); William de Souza Cardenes (homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de arma de fogo) e Eliton Belém Silva (tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo).

Também foram presos Marney Farias da Silva (tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo); Jefferson Farias da Silva (tráfico associação para o tráfico e posse de arma de fogo); Cristian Gomes da Silva (estelionato e falsificação de bebidas alcoólicas); Higson Simões Bezerra (posse ilegal de arma de fogo de uso restrito); Luiz Felipe Bezerra de Matos (tráfico de drogas) e um homem, de nome não divulgado, preso por não pagamento de pensão alimentícia.

Um jovem identificado como Vinícius Barbosa de Souza foi preso por participar de uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) a um motorista de aplicativo de transporte, que não teve o nome divulgado, no bairro Japiim, zona sul da capital.

Na ocasião, Vinícius e um comparsa anunciaram o assalto à vítima, que reagiu e foi morta com 22 facadas.