Sargento morta em delegacia de Manaus sofria ameaças do colega

A sargento percebeu que corria risco de vida e registrou um Boletim de Ocorrência, mas nada foi feito e ela acabou morta

ManausApós a morte da sargenta da polícia militar Alcileide Conceição Costa de Freitas, 44, na manhã desta quinta-feira (10), o principal suspeito do crime, sargento Mário Sérgio da Silva Muca, havia feito ameaças a ela, de acordo com um Boletim de Ocorrência (B.O) que ela havia sido registrado pela vítima no dia 15 de maio.

Sargento morta em delegacia de Manaus sofria ameaças do colega. (Foto: Divulgação)

De acordo com o B.O, a ameaça aconteceu na rua Délio de Melo, no bairro São Jorge, zona oeste. “Abre teu olho, tu é o pior verme que existe e tu sabe o que acontece com os vermes”, teria dito o suspeito à vítima na ameaça anterior e nada foi feito.

blank

(Imagem: Divulgação)

O crime

O crime ocorreu quando a vítima estava assumindo o serviço e o suspeito terminando o expediente na 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, nesta quinta.

De acordo com relatos de agentes da 10ª Cicom, houve três disparos contra a vítima. No entanto, a policial foi atingida com um tiro no tórax e outro em uma das pernas. Ela foi encaminhada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro Alvorada, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo da sargento foi removido  pelo Instituto Médico Legal (IML).

O suspeito

O Comando-Geral da Polícia Militar informou, por meio de nota, que o policial envolvido no crime foi afastado imediatamente de suas funções, e responderá um procedimento administrativo instaurado pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) da corporação.

O militar será apresentado na Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), e ficará à disposição da justiça.

Anúncio