Seap descarta fuga de presos do Compaj, após denúncia e apreensões de celulares

Os celulares foram apreendidos após denúncia para o monitoramento prisional de que estaria acontecendo uma fuga no Compaj, na noite deste sábado (22), de acordo com a SSP-AM

Manaus – Dez aparelhos celulares e um chip foram encontrados nas dependências do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), no km 8, da BR 174 (Manaus-Presidente Figueiredo). Os celulares foram apreendidos após denúncia para o monitoramento prisional de que estaria acontecendo uma fuga no Compaj, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Dez aparelhos celulares e um chip foram encontrados nas dependências do Compaj, no km 8, da BR 174, na noite deste sábado (22). (Foto: SSP/Divulgação)

A denúncia de fuga mobilizou policiais da Força Nacional, do Comando de Policiamento Especializado (CPE), Batalhão de Guarda do Compaj, e agentes da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) para a unidade prisional. Ninguém foi preso.

O caso aconteceu por volta das 21h30 deste sábado (22). Segundo a SSP, os policiais encontraram dois pacotes com os aparelhos celulares que teriam sido jogados pela muralha do presídio.

Ainda segundo a SSP, os policiais também fizeram uma varredura no entorno do presídio, mas não confirmaram fuga de presos.

Celulares estavam em dois pacotes. (Foto: SSP/Divulgação)

Nota

Em nota enviada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), a pasta esclarece o ocorrido na noite deste sábado (22). Confira o texto na íntegra.

“A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) vem a público esclarecer que a ‘informação’ a respeito de uma fuga no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), na noite de sábado (22), não coincide com a verdade, fato este, propagado de forma irresponsável em grupos de redes sociais e por uma emissora de rádio local.

A imprudência da informação veiculada, poderia ter comprometido a segurança do sistema prisional, bem como, causar alarde entre os familiares dos internos.

A Seap esclarece ainda, que por volta das 21h30 deste sábado, um interno serrou as grades da cela 216, no pavilhão 1 do Compaj, para tentar pegar dois pacotes contendo dez aparelhos celulares, que foram arremessados para dentro da unidade prisional. Acionados, por meio das imagens do circuito integrado de câmeras e do alarme, agentes da Coordenação do Sistema Penitenciário (Cosipe) em plantão na unidade e da equipe de segurança de pronta-resposta da unidade prisional, detiveram o interno enquanto o mesmo caminhava para pegar os pacotes que estavam próximos a muralha.

Ainda neste sábado, a equipe de manutenção do Compaj realizou a soldagem das grades da cela. A direção do Compaj vai apurar as circunstâncias que levaram o interno a praticar tal ato. Ele e outros nove internos que estavam alojados na cela, foram encaminhados para área de isolamento da unidade prisional e serão submetidos ao conselho disciplinar. O suspeito que teria lançado os pacotes não foi identificado e encontrado na área do entorno da unidade prisional.”

Anúncio
Anúncio