Segundo acusado de assalto a clínica odontológica é preso nesta quarta-feira

Policiais do 8º DIP prenderam João Paulo Cavalcante da Silva na casa dele, localizada no bairro Compensa, mesma área onde fica a clínica

Manaus – João Paulo Cavalcante da Silva, 18, foi preso na tarde desta quarta-feira (20) por policiais do 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em cumprimento a mandado de prisão por roubo. Ele é acusado de assaltar com o comparsa Cleberson Farias Batista, preso no mês de março, uma clínica odontológica em janeiro deste ano, no bairro Compensa, zona oeste.

Segundo o delegado titular do 8º DIP, Adriano Felix, João Paulo foi preso em sua casa, que fica na Rua União, mesmo bairro do local do crime. Ele e o comparsa entraram na clínica armados e renderam funcionários e pacientes. Conseguiram roubar R$ 500, além de celulares e objetos pessoais das vítimas.

Equipe policial do 8º DIP foi responsável pela prisão de João Paulo Cavalcante da Silva (Foto: Reprodução)

“Logo após o fato, a dona da clínica compareceu a nossa delegacia, para registrar o Boletim de Ocorrência. Ela já trouxe as imagens das câmeras do circuito interno da clínica, o que ajudou bastante nas investigações. João Paulo foi o responsável em vender as mercadorias. No fim da manhã de ontem [quarta, 20], conseguimos capturá-lo”, disse o delegado.

Tanto João Paulo quanto Cleberson já tinham passagens pela polícia. João, quando era menor de idade, foi registrado por envolvimento com o tráfico de drogas, e o comparsa, segundo o próprio titular do 8º DIP, era conhecido da polícia por responder por homicídio e outros dois roubos.

O delegado Félix enfatizou ainda que a dupla também é suspeita de cometer outros assaltos a clínicas odontológicas no bairro Compensa e adjacências, e pede para que outros proprietários, para conseguir reconhecer seus assaltantes, compareçam a delegacia e façam o registro de ocorrência ou entrem em contato pelo disk denúcia 9962-2700.

“Aqui no bairro Compensa existem várias clínicas odontológicas, inclusive com receio de serem alvos novamente destes infratores. Eles conseguiram entrar nesta clínica dando nome falso. Então, quem reconhecer estes homens, entre em contato com a nossa delegacia. Pode ser pelo nosso número, que todas as informações serão mantidas em sigilo”, completou o delegado.