Sogra de subcomandante-geral da PM é morta a facadas, em Manaus

O corpo da idosa foi encontrado pela filha, na porta da casa da família, no bairro Monte Sinai, zona norte de Manaus. Ao lado da faca usada no crime, policiais encontraram um bilhete

Manaus – O corpo de Ruthiene Pereira Lessa, 66, foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (2), na porta da casa onde ele morava, na Rua 3, do bairro Monte Sinai, zona norte de Manaus. Segundo a Polícia Militar (PM), a idosa foi morta a facadas. A polícia informou, ainda, que ela era sogra do coronel Raimundo Álvaro Leite Cavalcante, subcomandante-geral da PM.

Corpo foi encontrado dentro da casa da família (Foto: Lane Gusmão)

O corpo foi achado pela filha da vítima. Familiares contaram que a filha chegou em casa na noite deste domingo (1º), e não havia encontrado a mãe. Ela chegou a ligar para parentes. Na manhã desta segunda-feira, a mulher achou o corpo da mãe jogado na porta dos fundos da residência.

Para a polícia, que foi acionada para o local do crime por volta das 7h, a mulher foi morta dentro de casa e teve o corpo arrastado até a porta. Ao lado da faca usada no crime, os policiais encontraram um bilhete, onde está escrito: ‘Pago o que é de 20 anos’.

Um sobrinho da vítima, que também é policial militar, informou que a idosa trabalhava como doméstica na casa de uma irmã. Segundo informações da família, ela morava com a filha e era separada.

À reportagem, a família disse que suspeita do ex-marido da vítima, que mora em Alenquer, no Pará. Após 20 anos longe da mulher, há dois meses, ele se reaproximou da filha do casal, segundo a família. Peritos acreditam que a mulher tenha sido morta na noite deste domingo (1), por volta das 19h.

*Colaborou Lane Gusmão.

blank

Corpo foi encontrado dentro da casa da família (Foto: Lane Gusmão)

Anúncio