Suspeito de chefiar grupo que assaltava barcos para roubar combustível desembarca em Manaus

O homem foi preso no Pará, durante operação da PC, deflagrada nesta terça-feira (29) e desembarcou no aeroporto em Manaus na noite desta quarta-feira (30)

Manaus – Vanildo Pacheco, suspeito de chefiar uma organização criminosa especializada em assaltos de embarcações para roubo de combustíveis, chegou a Manaus com escolta da Polícia Civil e Força Nacional. O suspeito foi preso no Pará, durante operação da PC, deflagrada nesta terça-feira (29) e desembarcou no aeroporto em Manaus na noite desta quarta-feira (30).

Segundo o Delegado Bruno Fraga, diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), o grupo criminoso atuava há bastante tempo e causou um prejuízo de R$5 milhões em desvio de combustível. O delegado explicou como o grupo atuava.

“Haviam várias notícias-crime de que essa equipe estava efetuando assaltos nas embarcações que transportavam combustíveis dentro do nosso estado e também para outros estados. A abordagem deles era violenta, utilizavam armas de fogo, colocavam a tripulação em cárcere privado e faziam o transbordo do combustível”, afirmou o delegado.

As diligências foram realizadas nas cidades de Manaus, Silves, Itapiranga, Belém e Melgaço. A operação resultou na prisão de três integrantes desta organização criminosa detidos em Melgaço (PA), Silves e Manaus. Uma coletiva de imprensa será realizada na manhã desta quinta-feira (1) na qual a equipe do DRCO vai dar mais informações sobre o caso.

Veja vídeo:

Anúncio