Suspeito de matar empresário é preso; ação criminosa visava roubo de R$ 20 mil

Paulo de Tássio de Souza Picanço é apontado, juntamente com Eduardo Souza da Costa, como o responsável pela morte de Yann Victor Fonseca Rios

Manaus – Paulo de Tássio de Souza Picanço, 28, foi preso, nesta terça-feira (30), suspeito de matar a tiros o empresário Yann Victor Fonseca Rios, 25, na Rua Urandi, terceira etapa do bairro Alvorada, zona centro-oeste da capital. Paulo, junto de Eduardo Souza da Costa, de idade não divulgada, planejaram o assalto após estimarem que a vítima estaria em posse de R$ 20 mil, de acordo com o delegado Guilherme Torres

Ainda conforme Torres, o crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (29), por volta das 7h, na casa onde Yann morava, situada na Rua Iacutã, na segunda etapa do bairro Dom Pedro, na zona centro-oeste da capital. Na ocasião, Paulo e o comparsa chegaram ao lugar, em um carro, e abordaram Yann e o cunhado da vítima.

Eduardo efetuou disparos de arma de fogo contra o empresário, que foi atingido duas vezes e morreu no local. O cunhado dele, também ferido por tiros, foi levado a uma unidade hospitalar da capital, onde permanece internado. Conforme Torres, o homem passará por cirurgia, nesta terça-feira. O estado de saúde da vítima não foi divulgado.

Paulo de Tássio de Souza Picanço é apontado como um dos responsáveis pela morte de Yann Victor Fonseca Rios (Foto: Raquel Miranda)

O carro utilizado no crime foi apreendido pela PC. Torres afirmou, também, que Paulo havia registrado um Boletim de Ocorrência (B.O) comunicando a polícia um falso crime: o de que o carro dele havia sido roubado. “Conseguimos fazer uma campana e efetuamos a prisão. Ele foi ouvido e confessou a autoria do crime”, disse.

Paulo confessou, ainda, que havia sido convidado a realizar o assalto por Eduardo, que o informou a respeito da ocasião em que o empresário estaria portando R$ 20 mil. Durante a realização do crime, entretanto, os suspeitos notaram que Yann não estava portando a quantidade de dinheiro estimada, mas apenas uma pochete, com o valor aproximado de R$ 900.

Eduardo possui quatro processos criminais e uma condenação. O suspeito permanece foragido. Cidadãos que possuam informações que levem ao paradeiro do homem podem entrar em contato com a polícia pelo número (92) 99148-5290, com sigilo garantido.

Paulo foi levado à Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) e responderá, em flagrante, por latrocínio consumado e latrocínio tentado, sendo levado à audiência de custódia no Fórum Henoch Reis, na zona sul de Manaus.

Anúncio