Suspeitos envolvidos no homicídio de criança são presos nesta terça-feira

Um dos envolvidos no crime se apresentou na manhã desta terça-feira (16) acompanhado do advogado

Manaus – Jordan dos Santos Vaz, 21, Emerson Leão Gonçalhez, 24, Wilhames Felipe Teixeira de Souza, 28, foram presos pela Polícia Civil, na manhã desta desta terça-feira (16). Eles são suspeitos do homicídio de Lohanny Remígio Nascimento, 8, que morreu após ser baleada em uma tentaiva de assalto no bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus.

Wilhames Felipe Teixeira de Souza, se apresentou com seu advogado na manhã desta terça (Foto: Reprodução)

O primeiro suspeito, Jordan dos Santos Vaz, 21, foi a ser preso na tarde desta segunda-feira (15) às 18h por meio de denúncia da população, que conforme as informações foi preso no local indicado e levado ao prédio da DEHS.

“A prisão do primeiro suspeito aconteceu na tarde de ontem, que com o trabalho da delegada Marília, que reuniu as provas e conseguiu solicitar a prisão dos indivíduos. A população nos ajudou e informou a possível localização do primeiro suspeito, e este suspeito foi encontrado no local informado e foi preso” disse o delegado Charles Araújo.

Na manhã desta terça-feira (16), Wilhames e Emerson se apresentaram no prédio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), por volta das 9h, onde foi dada o cumprimento do mandado de prisão dos suspeitos. Eles estavam acompanhados do advogado. Na delegacia, os dois suspeitos atribuíram o disparo de arma de fogo a uma terceira pessoa.

blank

“Eles estão atribuindo o crime a um terceiro indivíduo, no caso os disparos de arma de fogo, porém o que mostra nossas investigações é que são esses três as pessoas que realmente estavam envolvidas no fato. São os três indivíduos que estavam no local do crime, eles são os três indivíduos que se encontram no vídeo no Platão Araújo, então nossas investigações apontam que eles sim são os três indivíduos que participaram dessa situação”, afirmou o delegado.

A polícia ainda informou sobre mais um crime que cometido nesse fato, o de falsa comunicação de roubo, feito pelo proprietário da moto usada no crime. Ele é amigo de um dos suspeitos envolvidos no crime.

Saiba mais: “Sensação de desespero”, diz mãe de menina morta em tentativa de assalto

“Essa motocicleta que foi utilizada primeiramente no roubo, ela foi emprestada de um amigo de um dos suspeitos,  que segundo consta nos altos ele foi praticar esse roubo na companhia de um dos suspeito que também está preso aqui, quando deu tudo errado e logo em seguida foi informado ao dono da motocicleta que fizesse esse boletim de ocorrência de roubo dessa motocicleta justamente para dificultar que a polícia chegasse a autoria desse delito. então foi realizado mais esse crime dessa vez pelo proprietário da motocicleta, uma falsa comunicação de crime, que para satisfazer a vontade dos amigos, que estavam nessa situação, ele fez esse boletim”, afirmou a delegada Marília Campello.

Eles responderão pelos crimes de homicídio qualificado consumado, homicídio tentado, roubo majorado tentado e falsa comunicação do crime.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) segue na investigação do caso.

Anúncio