Técnico em eletrônica é assassinado na frente da mulher, na Raiz

Em frente ao local do crime a família colou um cartaz com a frase “Estamos de luto”

Manaus – O técnico em informática Lucimário Ferreira Rebouças, 35, morreu, na noite desta terça-feira (9), após ser atingido com cinco tiros. O crime aconteceu na frente da mulher do técnico, no pátio da casa onde morava, na rua Natal, bairro Raiz, na zona sul de Manaus.

Conforme o testemunho de Marielza Ferreira, 44, esposa do técnico, o crime foi praticado por dois homens, que chegaram ao local em um veículo modelo Pálio de cor preta. A motivação ainda é investigada pela Polícia.

Marielza disse que ela é o marido estavam sentados em frente de casa, quando o suspeito chegou ao local a pé. Segundo ela, o atirador disse que era um assalto. “Ele entregou o celular, mas o homem não quis e começou a atirar. Ele (Lucimário) ainda me abraçou, mas acabou caindo”, disse. Ainda segundo a mulher, o atirador mandou que ela se afastasse e efetuou mais disparos. Em seguida, entrou no carro e fugiu na companhia de outro suspeito. “Ele disse alguma coisa como: ‘Não te falei’, e outras palavras que não me lembro”, comentou.

Em frente ao local do crime a família colou um cartaz com os dizeres ‘Estamos de luto’ (Foto: Raquel Miranda)

Uma amigo do casal que estava chegando ao local socorreu Lucimário e o levou ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. No local do crime foram recolhidas cápsulas de pistola calibre 380.

Para a família, a motivação ainda é desconhecida. Marielza disse que o marido chegou a comentar que estava com algumas pendências, mas não explicou o que seria. Já o pai da vítima disse que o filho tinha feito algumas cobranças a pessoas que o deviam, mas não soube identificar se as cobranças estão ligadas ao crime. O caso segue em investigação pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Anúncio