Trio é flagrado com armas de fogo e munições em apartamento do Viver Melhor

Segundo a polícia, as armas estavam escondidas dentro da caixa de descarga do banheiro do imóvel. Um dos presos era procurado pela polícia

Manaus – Três homens foram presos, na manhã desta sexta-feira (27), suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas. Bruno Henrique Pereira da Silva, 25, Carlos Henrique dos Santos Silva, 19, e Lucas Maciel da Silva, 18, estavam com um revólver calibre 22, uma arma de fogo de fabricação caseira e 12 munições de diferentes calibres, dentro de um apartamento do conjunto Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus.

O trio foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e de uso permitido, tráfico de drogas e associação para tráfico (Foto: Eraldo Lopes)

De acordo com o delegado Jeff Mac Donald, titular do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), as munições eram dos calibres 32, ponto 40, calibre 380, além de dois cartuchos de calibre 22 e um de calibre 16. Oito das munições estavam intactas e armazenadas dentro de uma lata de bombom, que estava jogada pela casa, segundo informou Mac Donald.

Já as armas, segundo o delegado, estavam escondidas dentro da caixa de descarga do banheiro do apartamento. O delegado afirmou que, com um dos presos, os policiais civis do 6º DIP apreenderam uma pedra de oxi e uma porção de maconha.

Lucas tentou fugir pela janela da cozinha do apartamento, que está localizado no 1º andar. Mac Donald acrescentou que, ao chegar na delegacia, os policiais identificaram que Bruno era foragido da Justiça. De acordo com o delegado, havia, em aberto, um mandado de prisão temporária por tentativa de homicídio. Na ocasião, segundo Jeff, Bruno é apontado pelo espancamento de um homem, de identidade não divulgada, na zona oeste.

Outro mandado em aberto, em nome de Bruno, é o de prisão preventiva por roubo majorado e receptação onde, segundo o delegado, Bruno é apontado por ter envolvimento pelo roubo de uma Hilux. A prisão aconteceu após os policiais receberem uma denúncia anônima por telefone. “A gente percebe que era um tráfico que estava incomodando muito aos moradores”, disse o delegado.

O trio foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e de uso permitido, tráfico de drogas e associação para tráfico. Eles serão levados à audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis da Silva. Após a audiência, Bruno será levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) devido aos mandados de prisão em aberto em nome deles.

Anúncio
Anúncio