Vigilante que registrou BO por ameaça em 2013 é morto a tiros, na Redenção

O homem foi assassinado, na noite desta quinta-feira, após fazer ronda no Conjunto Hiléia 1. Crime foi praticado por dois motoqueiros

Manaus – O vigilante Sebastião Cordeiro Malveira, 35, foi assassinado com dois tiros, na noite de quinta-feira (7), enquanto trabalhava em um posto de vigilância, no Conjunto Hiléia 1, no Redenção, zona centro-oeste de Manaus. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o crime foi praticado por dois homens, ainda não identificados, que fugiram do local em uma motocicleta. Em 2013, a vítima havia registrado um Boletim de Ocorrência (BO) por ameaça.

Segundo a PM, enquanto conversava com outro vigia, a dupla chegou ao local na moto e o carona atirou (Foto: Eraldo Lopes)

Conforme a PM, o crime ocorreu por volta das 22h50. O vigilante, segundo testemunhas informaram à polícia, tinha acabado de fazer ronda no Conjunto e voltado para a base, na Rua 12. Segundo a PM, enquanto conversava com outro vigia, a dupla chegou ao local na moto e o carona atirou.

O criminoso efetuou dois disparos, dos quais um atingiu o rosto e o outro as costas do vigilante. Após os disparos, os suspeitos fugiram. O homem morreu no local. Policiais da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local, mas não conseguiram localizar nenhum dos suspeitos.

Na manhã desta sexta-feira (8), a reportagem esteve na casa onde Sebastião morava, na Redenção, mas nenhum familiar foi localizado para comentar sobre o crime.

Em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) não foi encontrado nenhum processo em nome do vigilante. Junto à PC constava apenas um Boletim de Ocorrência (BO) registrado por ele em 2013 por ameaça. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Anúncio