População da zona norte recebe nova Estação de Tratamento de Esgoto

A nova ETE, que teve o investimento de R$ 6 milhões, tem capacidade de tratar 61 mil litros de resíduos por hora, beneficiando 12 mil moradores da região

Manaus – A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Villa Nova, que teve as obras iniciadas em janeiro de 2016, foi entregue à população no final da manhã desta terça-feira (16). A nova ETE, que teve o investimento de R$ 6 milhões, tem capacidade de tratar 61 mil litros de resíduos por hora, beneficiando 12 mil moradores da zona norte de Manaus. A inauguração contou com a presença do diretor-presidente da Manaus Ambiental, Renato Medicis, do diretor da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), Fábio Augusto Alho, do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e de parte do secretariado municipal.

A obra faz parte da meta restabelecida pela prefeitura à empresa concessionária, a qual prevê que até o ano de 2030 a capital tenha 80% de esgoto coletado e tratado. (Foto: Alex Pazuello/Semcom)

De acordo com o chefe do poder executivo municipal, a obra vai transformar a vida das pessoas beneficiadas para melhor, com uma estrutura de saneamento básico adequada. “A cada R$ 1 que se aplica em saneamento básico, R$ 4 são poupados na área da saúde. Mas eu diria que muitas vidas são poupadas, muita saúde é poupada, muita qualidade de vida é aquecida, o que vai transformar radicalmente a vida das pessoas dessa região para melhor”, afirmou Arthur Virgílio Neto.

A obra faz parte da meta restabelecida pela prefeitura à empresa concessionária, a qual prevê que até o ano de 2030 a capital tenha 80% de esgoto coletado e tratado. O plano de investimento da Agea Saneamento, que assumiu a responsabilidade pela operacionalização dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Manaus através da Manaus Ambiental, é de R$ 880 milhões nos próximos 5 anos.

“Mais um passo de um grande projeto que é levar esgoto coletado e tratado para 80% da população até 2030. Já é a segunda inauguração que a gente faz em menos de 4 meses no que diz respeito a esgoto. Primeiro fizemos a inauguração da ETE da Timbiras. Então é passo a passo chegando no grande avanço que Manaus vai ter no que se trata de coleta e tratamento sanitário”, explicou o diretor-presidente da Manaus Ambiental, Renato Medicis, que ainda afirmou a inauguração da ETE do Xingu, localizada no bairro Compensa, zona oeste da cidade, até o final deste ano.

Anúncio