Prefeitura de Iranduba decreta ‘lockdown’ para impedir avanço da Covid-19

O único hospital da cidade, Hospital Hilda Freire, tem mais de 90% dos leitos ocupados

Iranduba – O prefeito de Iranduba, Augusto Ferraz, decretou “lockdown” de 15 dias para tentar impedir o avanço da Covid-19 na cidade e em comunidades próximas. O decreto entrou em vigor neste sábado (9) e vale até 23 de janeiro.

Até este sábado, o município de Iranduba, distante 27 Km de Manaus, registrava mais de 3,4 mil casos da doença, e 60 mortes. O estado do Amazonas sofre com um novo surto da Covid-19, com mais de de 5,6 mil mortes pelas doença.

Em Iranduba, segundo a prefeitura, o único hospital da cidade, Hospital Hilda Freire, tem mais de 90% dos leitos ocupados.

Anúncio