Prefeitura de Manaus inaugura serviço de fisioterapia respiratória pós Covid-19

O serviço é mais um avanço da gestão do prefeito David Almeida para o enfrentamento à pandemia na cidade

Manaus – A partir da próxima terça-feira (9) a Prefeitura de Manaus volta a oferecer fisioterapia respiratória pós Covid-19 em quatro unidades de saúde da capital amazonense. O serviço, que começou a ser oferecido em junho de 2020, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), é mais um avanço da gestão do prefeito David Almeida para o enfrentamento à pandemia na cidade.

A fisioterapia respiratória consiste numa série de exercícios de estímulo da capacidade respiratória, de modo a fortalecer a atividade pulmonar dos pacientes, e restaurar o ritmo da respiração à plena funcionalidade.

(Foto – Arquivo / Semcom)

“Considerando a grande frequência de quadros clínicos de dificuldade respiratória nos pacientes acometidos pela Covid, especialmente aqueles que passaram por um longo período de internação e foram submetidos à ventilação mecânica, esse serviço é fundamental para a população de Manaus, permitindo que os pacientes recuperem a capacidade ventilatória de forma rápida e eficaz e, assim, possam retomar suas atividades com segurança”, explica a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe.

As unidades escolhidas para oferecer o serviço estão localizadas em diferentes zonas da cidade, de modo a oferecer maior conveniência à população na procura desse atendimento. Veja quais são os locais:

Zona Norte

 – Policlínica Dr. José Antônio da Silva (Rua Aroeira, 55, bairro Monte das Oliveiras);

 Zonas Sul e Centro-Sul:

 – Policlínica Castelo Branco (Rua do Comércio, bairro Parque Dez de Novembro);

 – Centro Especializado em Reabilitação – CER II (Rua Libertador, continuação da rua Teresina,  99, bairro Nossa Senhora das Graças);

Zona Leste:

 – Policlínica Dr. Antônio Comte Telles (Rua J, bairro São José Operário).

Recomendações de atendimento

Para buscar o serviço de Fisioterapia Respiratória, os pacientes precisam obedecer as seguintes recomendações:

– Estar fora do período de transmissão, ou seja, ter cumprido o prazo de pelo menos 14 dias desde a primeira manifestação dos sintomas de Covid-19;

– Possuir encaminhamento médico para o serviço;

– Buscar o serviço junto à unidade escolhida. Cada unidade de saúde é responsável pelo agendamento local e atendimento desses pacientes.

Anúncio