Professores da Ufam aprovam indicativo de greve

Ainda nesta quarta-feira (21), os municípios de Parintins, Humaitá e Benjamin Constant, que possuem unidades da universidade, também aprovaram o indicativo de paralisação

Manaus – Os professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio da Associação dos Docentes da Ufam (Adua), aprovaram, na manhã desta quinta-feira (22), no auditório da associação, o indicativo de grave durante assembleia geral. Ainda nesta quarta-feira (21), os municípios de Parintins, Humaitá e Benjamin Constant, que possuem unidades da universidade, também aprovaram o indicativo de paralisação. A categoria decidiu também a organização de um Comando de Mobilização de Greve formado por docentes, estudantes e técnicos da universidade.

“Essa é a posição que Adua levará para a reunião do setor das Instituições Federais de Ensino, em Brasília, neste sábado (24) e domingo (25), onde se terá um panorama da situação nacional”, informou o presidente da associação. professor Marcelo Vallina. O indicativo de greve, por tempo indeterminado, está sendo discutido em todo o País nas seções sindicais do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN).

Com 17 votos favoráveis, dois contrários e três abstenções, professores da Ufam do campus da capital aprovaram o indicativo de greve por tempo indeterminado. A Assembleia Descentralizada em Manaus contou a participação de docentes, universitários, pós-graduandos e egressos da universidade.

No Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA), em Humaitá, foram 19 votos a favor e nenhum contrário nem abstenção. Em Parintins, no Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ), também por unanimidade, foram contabilizados 11 votos a favor do indicativo de greve.

Os docentes do Instituto de Natureza e Cultura (INC), em Benjamin Constant, decidiram pela construção de grupos de discussão com a comunidade acadêmica na intenção de intensificar a mobilização. As datas de reuniões de mobilização nas unidades da Ufam fora da sede serão marcadas para a próxima semana e divulgadas em breve.

Em Manaus, a aprovação do indicativo de greve aconteceu, nesta quinta-feira (22) (Foto: Divulgação)