Protesto contra preço da gasolina deixa trânsito lento na Djalma Batista

Manifestação foi realizada por motoristas de aplicativo de transporte pago. Categoria realizou um buzinaço, como forma de protestar contra o alto preço cobrado pelo combustível

Manaus – Motoristas de aplicativo de transporte pago realizaram uma manifestação, na noite desta terça-feira (16), sobre a não redução do valor da gasolina em postos de combustíveis de Manaus. A reivindicação aconteceu na Avenida Djalma batista, zona centro-sul da capital. Agentes da Gestão de Trânsito do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMM) estiveram no local.

Com os carros parados, um grupo de motoristas realizou um buzinaço, como forma de protestar contra o alto preço cobrado pelo combustível. De acordo com o motorista Alexandre Matias, até o momento ainda não houve providências para diminuir o valor da gasolina praticado nos postos de combustíveis.

“Estamos desde a semana passada reivindicando que (o preço) baixe os 18,48%, como baixou em todo o Brasil. Aqui (Amazonas) é o único Estado que não baixou, e por isso estamos entrando com uma ação no Procon-AM e Ministério Público para que eles possam se manifestar”, disse Matias.

Uma das três faixas da via foi bloqueada por carros e motoristas de aplicativos de transporte pago e o trânsito no local ficou lento. Outros motoristas que passavam pelo local buzinavam, como forma de concordar com os dizeres de um dos cartazes do protesto: “Se você apoia , buzine”.