Protesto dos professores pede suspensão de aulas presenciais

Professores da Escola Estadual José Bernardino Lindoso pedem suspensão das aulas presenciais na unidade

Manaus – O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) junto aos professores da Escola Estadual José Bernardino Lindoso, realizaram um protesto para pedir a suspensão das aulas presenciais na unidade, na manhã desta quarta-feira (26), localizada na avenida Cel. Sávio Belota, no bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus.

Em frente à escola os professores estavam reunidos com cartazes e pediam “aulas remotas já”. O professor de física, Camilo Gonçalves, que leciona na unidade de ensino informou que há um número considerável de profissionais contaminados que têm frequentado as salas de aula, entre professores e funcionários.

“27 professores contaminados aqui na escola e imediatamente querem que tenha aula presencial, isso a gente não pode aceitar”, disse Camilo.

Ele ainda afirmou que são 22 professores que testaram Positivo para a Covid-19, além de três merendeiras, um profissional da gestão e um inspetor. Nesta quarta-feira (26), pela parte da manhã, compareceram 35 alunos na escola.

“O que a gente tá pedindo é que a gente continue com as nossas atividades na maior parte remoto e aí a gente atende a maior parte dos alunos e deixa respaldado só alguns alunos para virem aqui, caso seja necessário”, disse o professor de física.

O Diretor de comunicação Do Sinteam, Alfredo Rocha, disse que as escolas não estão sendo devidamente dedetizadas, mais um motivo para a paralisação das aulas presenciais. O sindicato dos profissionais em educação pedem o fim das aulas presenciais nas unidades de ensino, mas que para isso o Governo do Amazonas disponha meios de acesso à internet para os alunos que não têm a tecnologia à disposição em casa.

“Proporcionar questão da internet pra determinados alunos que tem dificuldade com internet, principalmente no interior, que ainda não começaram as aulas, mas aqui na cidade é necessário oferecer um boa internet para que o aluno assista a sul remota,” ressaltou Alfredo Rocha.

Anúncio