Qualidade e segurança dos pacientes na região norte é tema de simpósio em Manaus

Evento acontecerá nos dias 23 e 24 de agosto, no Centro de Convenções Vasco Vasques e é voltado para profissionais e gestores da área de saúde  em geral

Manaus – Erros no sistema de saúde matam cerca de seis brasileiros por hora, segundo dados do 2º Anuário de Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil, produzido pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) e pelo Instituto de Pesquisa Feluma, da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Justamente por isso, debater e trabalhar soluções para qualidade e segurança do paciente se fazem necessários.

Especialista em gestão em saúde, Dr. Franco Carneiro (Foto: Divulgação)

De acordo com o especialista em gestão em saúde e sócio-proprietário da WAY Gestão em Saúde, Dr. Franco Carneiro, o objetivo de instituições, públicas ou privadas, tem que ser minimizadas ao máximo, e se possível reduzidas a zero, a incidência de eventos adversos que possam causar algum dano, ou até mesmo a morte dos pacientes. “É preciso entender que o paciente não pode chegar a um hospital precisando de ajuda e ser vítima de um evento como esses. Isso é algo básico? Sim, mas começou a ser discutido há menos de 20 anos, sendo que somente em 2013 o Ministério da Saúde lançou seu programa voltado para a segurança do paciente”, disse.

Para Franco, é importantíssimo situar o norte do Brasil no mapa da segurança e qualidade do paciente, uma vez que outras regiões do país parecem mais interessadas em debater problemas e encontrar soluções, alcançando  assim resultados mais consistentes. “Quando a gente analisa pelo mapa da ONA, a Organização Nacional de Acreditação, vemos que Estados como São Paulo, por exemplo, têm centenas de instituições certificadas, chegando a ter quase o triplo do que toda Região Norte tem. Por isso que é importante debater e buscar melhorias. Para que no futuro isso seja um parâmetro concreto e auxilie um paciente no momento da escolha por determinado serviço de saúde, ou para a contratação dos mesmos pelas fontes pagadoras (planos de saúde). As instituições bem ranqueadas tendem a ser melhor remuneradas, o que deve impulsionar os programas de qualidade”, concluiu.

O Simpósio 

O II Simpósio de Qualidade e Segurança do Paciente acontecerá nos dias 23 e 24 de agosto, no Centro de Convenções  Vasco Vasques, localizado na Avenida Constantino Nery, 5001, Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, ao lado da Arena da Amazônia.

De acordo com a presidente do evento e médica intensivista, Liane Carvalho, o simpósio é um oportunidade para encontrar soluções para o sistema brasileiro, aproveitando a participação de tantos especialistas, do Brasil e do exterior. “A proposta do II Simpósio Norte de Qualidade e Segurança do Paciente é discutir os problemas assistenciais e gerenciais hoje vividos pelas estruturas de saúde e, a partir daí, sugerir medidas de aperfeiçoamento do sistema. A expectativa é receber mais de 400 participantes, entre estudantes, profissionais da saúde e do direito, e gestores de hospitais de diversas partes do Brasil”, disse.

A WAY Gestão em Saúde participará do evento, promovendo ações que acontecerão nos intervalos das palestras principais  (“Pit Stops” e “Lunch box”) com temas variados e sorteio de brindes. Confira os temas:

– Qualidade e Segurança do Paciente na Região Norte

– A importância das redes sociais na comunicação com o paciente

– Vivenciando Qualidade e Segurança na UTI

– A experiência do paciente: inovando e evoluindo a qualidade

Inscrições

As inscrições para os cursos pré-evento, bem como para o simpósio, estão abertas no site:www.qualipacienteam.com.br. Os valores são de R$ 500 para o Curso Elos, R$ 250 para o curso de Cuidados Primários e Segurança do Paciente e R$ 250 para a Oficina de Ferramentas de Qualidade: da Teoria à Prática.

É possível se inscrever apenas nos cursos, que têm vagas limitadas. Contudo, quem também participar do simpósio ganhará um desconto de 15% no valor total das inscrições.