Quarto suspeito das mortes de Dom e Bruno permanece em liberdade, informa PF

Ele teve sua prisão temporária requerida pela Polícia Civil de São Paulo (SP), mas a Justiça de Atalaia do Norte (AM) indeferiu o pedido

Manaus – A Polícia Federal informou em nota nesta sexta-feira (24) que o quarto suspeito das mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, identificado como Gabriel Pereira Dantas, permanece em liberdade. Segundo informações, não há indícios de que Gabriel tenha participado dos crimes ora em apuração, já que apresentou versão pouco crível e desconexa com os fatos até o momento apurados.

Gabriel Dantas disse ter tido participação na morte de Bruno Pereira e Dom Phillips. (Foto: PCSP/Divulgação)

Ele teve sua prisão temporária requerida pela Polícia Civil de São Paulo (SP), mas a Justiça de Atalaia do Norte (AM) indeferiu o pedido. Ainda nesta quinta-feira (23), Gabriel Pereira Dantas foi encaminhado à sede da Polícia Federal em São Paulo (SP) para ser formalmente ouvido e prestar esclarecimentos sobre os fatos, mas optou por exercer seu direito constitucional de permanecer calado.

A polícia informou que as investigações continuam em andamento e novas  diligências estão sendo realizadas pela Polícia Federal e pela Polícia Civil do Amazonas, sendo que, nesta data, foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão nas cidades de Atalaia do Norte e de Benjamin Constant, tendo sido apreendidos objetos possivelmente relacionados com os delitos.

Anúncio