Rede pública estadual de ensino no AM terá recesso de 15 dias

As aulas estão suspensas somente em escolas da capital, a partir desta terça-feira (17)

Manaus – Governador decreta suspensão das aulas nas escolas estaduais da capital amazonense no período de 15 dias, podendo ser prolongado. Em transmissão ao vivo pelas redes sociais oficiais do governo, Wilson Lima divulgou todas as medidas decretadas pelo Governo do Amazonas, na tarde desta sexta-feira (16).

(Foto: Reprodução)

Todas as aulas no âmbito da rede estadual pública de ensino na capital do estado, integrada pela Secretaria de Estado e Educação e Desporto (Seduc), assim como o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da Fundação da Universidade Aberta da Terceira Idade (Funati), estão suspensas.

As aulas suspensas são exclusivamente para as escolas na capital, segundo o Governador Wilson Lima. A decisão foi tomada já que o contágio é maior em áreas com maior movimentação populacional. “No interior, a possibilidade do vírus propagar é muito menor do que na capital. Hoje, estamos tomando uma decisão baseada no cenário que estamos vendo na capital, não sabemos se amanhã ou depois, teremos que também tomar essa atitude para o interior do Estado”, disse o governador.

Outras determinações

Servidores da Secretária de Estado de Saúde e das entidades que integram o sistema estadual de saúde, estão com as férias suspensas até o dia 15 de maio deste ano. O decreto determina ainda, que servidores públicos estaduais ativos, a cima de 60 anos, gestantes, lactantes e os portadores de doenças crônicas, que compõem o risco de aumento de mortalidade por Covid-19, poderão exercer suas atividades por meio de home office (trabalhar de casa, à distância), também pelo prazo de 15 dias.