Retorno do Zona Azul no Vieiralves é discutido

Foram realizadas reuniões entre órgãos para avaliar sugestões de comerciantes da área

Manaus – A retomada da Zona Azul no conjunto Vieiralves, prevista para o início do próximo semestre, foi discutida durante a semana em reuniões entre Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) e da empresa responsável pela operação do serviço de estacionamento rotativo pago Zona Azul.

(Foto: Jamile Galvão / AEV)

Os órgãos estiveram reunidos para ouvir sugestões dos comerciantes do conjunto Vieiralves, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus, devido à retomada do serviço na área.

O serviço Zona Azul na área do Vieiralves está suspenso há dois anos e ainda não foi retomado porque a Prefeitura de Manaus está finalizando o recapeamento e a sinalização viária, conforme explicou o superintendente do IMMU, Paulo Henrique Martins, que também sugeriu um novo estudo de viabilidade para a região.

“É preciso analisar o fluxo de circulação das vias de forma que o serviço seja viável, pois sabemos que algumas ruas tem uma movimentação menor que outras e são essas de menor fluxo que podem ser usadas como bolsões para os colaboradores”, observou Paulo Henrique.

Durante a reunião, os comerciantes solicitaram uma atenção maior para as áreas de embarque e desembarque, bem como as vagas destinadas aos colaboradores dos estabelecimentos.

Zona Azul

Atualmente, o serviço Zona Azul oferta 3.323 vagas, sendo 2.694 na área central de Manaus e outras 629 no conjunto Vieiralves.

O sistema do Zona Azul opera com tarifa de R$ 2,45 a hora. Os créditos podem ser adquiridos por meio do aplicativo Zona Azul Manaus, site www.zamanaus.com.br nos postos de venda autorizados ou ainda com os monitores. O serviço é fiscalizado pela Ageman.

Avaliação

Ao final da reunião, o representante da concessionária Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia SPE Ltda., Nonato Caldeira, apresentou um cronograma prévio para a retomada do serviço que será analisado pelos empresários e discutido na próxima semana.

“O Vieiralves ainda é uma área residencial, mas com uma tendência muito forte para a área comercial e essa dificuldade de estacionamento precisa ser bem avaliada, de forma que a região fique mais organizada e atrativa para o cliente, que precisa ter a certeza de que quando chegar, irá encontrar vaga para estacionar, fazer suas compras ou utilizar os serviços dos estabelecimentos de forma tranquila”, destacou Nonato.

Anúncio