Manaus pode bater cheia histórica na próxima terça-feira, alerta CPRM

O superintende do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) anunciou que se as chuvas do Estado seguirem em ritmo elevado, o nível do rio Negro deste ano está prestes a bater o de 2012

Manaus – Nesta sexta-feira (21) o superintende do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marcelo Batista, anunciou que se as chuvas do Estado seguirem em ritmo elevado, a cheia deste ano está prestes a bater a histórica de 2012, na próxima terça-feira (25). O nível do Rio Negro já atingiu na quarta-feira (19) a marca de 29,77 metros, ficando atrás apenas da cheia histórica do ano de 2012, quando a cheia atingiu a cota de 29,97 metros.

“No ritmo que está subindo agora. Visto que a previsão de chuva para essa região norte e noroeste do Amazonas. Então se continuar nesse ritmo a previsão é que nós alcançaremos essa cheia de 2012, por volta do dia 25, ou seja na próxima terça-feira. Isso deve causar inundação em algumas áreas mais baixas da cidade”, afirmou Marcelo.

Nível do rio Negro atingiu o a marca de 29,77 metros (Foto: Divulgação)

O cenário atual fez com que o prefeito de Manaus, David Almeida, declarasse situação de emergência no dia 6 de maio, em virtude da possibilidade de uma cheia histórica do rio Negro, de acordo com o monitoramento hidrológico. As águas já alcançam a alfândega da cidade e alguns bairros também já se encontram inundados.

O superintende do CPRM falou também sobre a importância de monitoramento do nível do rio Negro e para as ações de contingenciamento. “As populações que vivem em locais mais afetados, que também são áreas comerciais precisam ficar atentas. Algumas famílias já estão com suas portas fechadas e é preocupante essa estimativa de subida do rio. Por isso é extremamente importante o monitoramento do CRPM”, explica.

Anúncio