Seinfra realiza demolição de prédio com risco de desabamento, na zona sul de Manaus

A demolição total tem previsão de execução em até quinze dias, sob a coordenação da Seinfra. O terreno será destinado à Seduc

Manaus – A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) informou que iniciou, nesta sexta-feira (14), o processo de demolição de um prédio, localizado na Rua Japurá, bairro Praça 14, zona sul de Manaus. A edificação apresentava condições precárias e insalubres, com grave risco de desabamento, constatado por meio de laudos do Corpo de Bombeiros Militares do Amazonas (CBMAM) e da Defesa Civil do Amazonas.

A edificação apresentava condições precárias e insalubres, com grave risco de desabamento (Foto: Roberto Carlos/Secom)

Conforme a Seinfra, a Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) atuou, nos últimos dois dias, prestando assistência a algumas famílias que ocupavam o prédio, assegurando que não ficassem desamparadas após a desocupação. Também atuaram nesse atendimento, servidores da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).Com a desocupação, o primeiro passo foi a desativação, pela Amazonas Energia, de 83 ligações clandestinas de energia elétrica. A demolição total tem previsão de execução em até quinze dias, sob a coordenação da Seinfra.

blank

Prédio está localizado na Rua Japurá, bairro Praça 14, zona sul de Manaus (Foto: Roberto Carlos/Secom)

A operação envolverá 25 trabalhadores que executarão o serviço de retirada de paredes manualmente. Vigas e pilares serão demolidas com equipamentos mecânicos e hidráulicos. A limpeza total da área deverá ser concluída em 30 dias e, após esse procedimento, o terreno será destinado à Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

blank

Órgãos do Governo do Estado prestaram assistência a pessoas que moravam no prédio (Foto: Roberto Carlos/Secom)

Participaram operação de desocupação, além da Seinfra, Suhab, Seas e FPS, a Defesa Civil do Amazonas, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Manaustrans, Amazonas Energia e Águas de Manaus.

blank

Demolição está ocorrendo sob coordenação da Seinfra (Foto: Roberto Carlos/Secom)

Anúncio