Temperatura da água de lago chegou a 39ºC no dia de mortes de botos no AM

População de Tefé (AM), que mora perto de lago, deve evitar contato com as águas por causa da decomposição dos animais

Tefé – Uma tragédia ambiental está em curso na Amazônia, onde mais de cem botos vermelhos e tucuxis, que viviam em um lago, em Tefé (a 523 quilômetros de Manaus), apareceram mortos nesta semana. As causas ainda não foram confirmadas, mas há indícios de que a seca histórica dos rios e a temperatura das águas na casa dos 39ºC estejam ligadas à mortandade.

(Foto: Miguel Monteiro/Instituto Mamirauá)

A catástrofe ambiental no Amazonas está relacionado ao fenômeno El Niño, que, em outubro, deverá provocar mais chuvas no Sul e diminuição das precipitações no Norte e Nordeste. Ou seja, há grandes chances de novas enchentes no Rio Grande do Sul e uma piora no quadro — já grave — de seca no Amazonas. Os botos atuam como sentinelas da qualidade da água e são os primeiros a ser afetados com mudanças provocadas no ambiente.

Anúncio