Terceira edição do “Quadrinhos no Largo” acontece neste fim de semana, no Centro

Evento reúne quadrinistas e ilustradores amazonenses em feira aberta no Largo São Sebastião

Manaus – O evento “Quadrinhos no Largo” será realizado neste fim de semana em Manaus. Em sua terceira edição, o evento é gratuito e acontece em frente à Banca do Largo, nas proximidades do Teatro Amazonas, das 18h às 21h nos dias 26, 27 e 28 de novembro.

O encontro é voltado à produção local de histórias em quadrinhos e reúne quadrinistas e ilustradores amazonenses. A terceira edição do evento reúne mais de nove estúdios e coletivos de quadrinistas locais e lançando quatro obras inéditas para o público.

A iniciativa surgiu em 2018, depois que quadrinistas de Manaus participaram de eventos de quadrinhos em Belo Horizonte, São Paulo e Curitiba e perceberam que já havia produção suficiente em Manaus para sustentar um evento voltado à nona arte.

“Nós voltamos da Bienal de Curitiba em 2018 e ainda estávamos na empolgação do lançamento do nosso primeiro quadrinho. Foi quando nos juntamos com outros quadrinistas e fizemos o “1º Quadrinhos no Largo”, com o apoio do Joaquim Melo, da Banca do Largo. Tivemos o segundo em 2019, mas em 2020, por conta da pandemia, não o fizemos. Agora, estamos retomando o evento com vários lançamentos”, contou Raphael Russo, roteirista de quadrinhos e um dos organizadores do evento.

Por conta da pandemia do Corona Vírus, será obrigatório o uso de máscaras e álcool em gel, que estará disponível nas mesas. O “Quadrinhos no Largo” é organizado pelo estúdio Black Eye e Banca do Largo, com apoio da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa.

Lançamentos

Segundo os organizadores, pelo menos quatro obras inéditas serão lançadas no evento. “Mística Amazônia”, de ação e fantasia, do estúdio Black Eye; “Filha do Gigante de Gelo”, também de ação e aventura, do estúdio C-4; “Super Vovô”, de ação e humor, cuja autoria é de Leon Sarmento; e “Histórias e Mitos Indígenas da Amazônia”, do coletivo Buriti de Parintins.

A HQ “Mística Amazônia” é uma aventura voltada ao público juvenil e inspirada no povo Manao e em lendas amazônicas. “A revista vai ter o formatinho Minicom, bem pequena para caber no bolso. Ela conta a saga do guerreiro Manao, Maucky, que se torna o guardião do povo Manao contra as ameaças do mundo místico e pra isso conta com o Tacape de Ghüa, que é uma arma mágica”, explicou Tieê Santos, ilustrador da HQ.

“Filha do Gigante de Gelo” é uma adaptação em quadrinhos de um conto de Robert E. Howard, criador do personagem “Conan”. Com os direitos autorais de suas obras caindo em domínio público, o estúdio C-4 aproveitou para emprestar o traço de Jucylande Júnior para uma nova adaptação em quadrinhos. “Sempre fui muito fã de Conan e quando soube que as obras do Howard haviam caído em domínio público, aproveitei para desenhar uma história dele e gostei muito do resultado”, disse o quadrinista.

Diretamente de Parintins, o coletivo Buriti traz um pouco das lendas indígenas dos povos originários da Amazônia na forma de histórias em Quadrinhos. “O “Histórias e Mitos Indígenas da Amazônia” é uma obra feita com base em pesquisas sobre os povos Saterê-Mawé e Muras. Temos histórias de origem do povo Saterê e outra que enaltecem a bravura dos Muras”, apresentou o quadrinista Levi Gama.

Além dos estúdios já citados, o evento contará com a participação de Ilustrama, Mátinta, Estúdio Dois Traços, Quadrinhos.Cão, e outros artistas conhecidos como os quadrinistas Romahs Mascarenhas, Emerson Medina, Luiz Andrade, Rayane Cardoso, entre outros.

Anúncio