Testemunhas chegam para julgamento de ‘João Branco’ e mais três réus

O narcotraficante e os outros três réus serão julgados no processo sobre o assassinato de Oscar Cardoso Filho, delegado da Policia Civil (PC), ocorrido em 2014

Manaus – Será realizado, nesta sexta-feira (14), o julgamento do narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, e de outros três réus, no processo sobre o assassinato do delegado da Policia Civil (PC) Oscar Cardoso Filho, ocorrido em 2014. A audiência estava prevista para começa às 8h30.

Segundo o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), ao menos, 15 testemunhas serão ouvidas no processo, podendo duas ou três serem dispensadas. Pelo menos, nove testemunhas já chegaram ao Fórum Henoch Reis, nesta manhã.

Na audiência, estarão presentes os promotores Edinaldo Medeiros, Laís Freitas, Geber Mafra e Igor Starling.

Antes do início do julgamento, Igor Starling afirmou acreditar que o julgamento não seria mais adiado. “Hoje a defesa está sendo feita por um único advogado. Então, não haveria essa desculpa de se adiar. Poderia haver algum problema, no momento da audiência, algum fato novo. Mas, a nossa expectativa, como todas as vezes, é que ocorresse o julgamento. Causa para o adiamento o Ministério Público nunca deu. Foi sempre alguma questão técnica ou alguma questão da própria defesa que entendeu se necessária esse adiamento e tomou a postura que entendeu adequada”, disse.

Anúncio