Unimed Norte-Nordeste e de Manaus têm planos suspensos pela ANS

Com a suspensão, que vale a partir da próxima quinta-feira (10), esses planos não poderão ser comercializados para novos clientes

Rio de Janeiro – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou nesta quinta-feira (3) uma lista com 11 planos de saúde que serão suspensos. Oito pertencem à operadora Unimed Norte-Nordeste. Os outros três são da Unimed de Manaus. Com a suspensão, que vale a partir da próxima quinta-feira (10), esses planos não poderão ser comercializados para novos clientes.

A medida é decorrente das 14,9 mil reclamações enviadas pelos consumidores nos meses de abril, maio de junho. Foram relatadas negativas de cobertura e descumprimento dos prazos máximos para realização de consultas, exames e cirurgias.

A análise das queixas se dá dentro do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, cujo objetivo é proteger os consumidores. Os resultados são divulgados trimestralmente. A partir deles, as operadoras são cobradas para assegurar aos usuários o acesso aos procedimentos previstos em contrato. Assim, para que a comercialização possa ser retomada, será preciso melhorar a qualidade do serviço para as 25,7 mil pessoas vinculadas atualmente aos 11 planos.

(Foto: Divulgação/ABr)

Tanto a Unimed Norte-Nordeste como a Unimed de Manaus chegaram a ter a alienação de carteira determinada pela ANS. Isso ocorre quando se avalia que a operadora de plano de saúde não tem conseguido garantir a assistência aos consumidores. Dessa forma, ela é obrigada a negociar a transferência da totalidade de sua carteira de beneficiários para outra operadora.

A resolução que afetava a Unimed de Manaus é de junho de 2018. Já alienação de carteira da Unimed Norte-Nordeste foi determinada em abril deste ano. No entanto, em ambos os casos, as operadoras conseguiram na Justiça decisões favoráveis que lhes permitiram manter a carteira de beneficiários.

A nova lista do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento também revela a liberação da venda do plano Bem-Estar Especial com Obstetrícia, da Unimed Norte-Nordeste, que estava suspenso por ocasião de avaliações anteriores.

A ANS mostra em seu site a lista completa dos planos liberados e suspensos. Também disponibiliza uma ferramenta para consultar informações e histórico de um plano de saúde específico.

Em nota, a Unimed Norte-Nordeste disse que trabalha para melhorar serviços e que a prestação de serviços médico-hospitalares permanece inalterada e sem qualquer problema ou anormalidade. “A suspensão da comercialização de alguns produtos não interfere no atendimento aos clientes de contratos vigentes”, acrescenta.

Nota de Esclarecimento

A direção da Unimed Manaus vem a público esclarecer que as três modalidades de planos suspensas pela Agência Nacional de Saúde (ANS) nesta quinta-feira (3) – Enfermaria Nacional sem obstetrícia Pessoa Física, Enfermaria local com obstetrícia compartilhado Pessoa Jurídica e Apartamento Nacional com obstetrícia Pessoal Física – já não estavam mais sendo comercializadas em função da restruturação realizada na sua carteira de clientes.

Esclarece ainda que, nenhum de seus clientes que adquiriram essas três modalidades, sofrerão descontinuidade no atendimento, a exemplo dos usuários dos demais planos comercializados pela Unimed Manaus.
A direção da Unimed Manaus reafirma o compromisso com a transparência, prestação de serviços de qualidade e atendimento humanizado em todas as suas unidades médico-hospitalares bem como em sua rede assistencial terceirizada.

*Atualizada às 10:53 de 4 de setembro, para inclusão de nota da Unimed Manaus

Anúncio