Vacinação contra poliomielite e multivacinação segue até 30 de outubro em Manaus

O foco desta campanha são crianças de 1 ano até menores de 5 anos e adolescentes de até 14 anos, 11 meses e 29 dias

Manaus – Campanha de vacinação da Prefeitura de Manaus contra poliomielite e multivacinação segue até o dia 30 deste mês. O foco desta campanha são crianças de 1 ano até menores de 5 anos e adolescentes de até 14 anos, 11 meses e 29 dias. Os responsáveis podem aproveitar a ocasião para se imunizar e atualizar o cartão de vacina. O início da mobilização da campanha ocorreu no último sábado (17).

Na campanha contra poliomielite, todas as crianças na faixa etária de um a quatro anos devem receber uma dose da Vacina Oral contra Poliomielite (VOP). Caroline Carvalho, 39, mãe da pequena Valentina Dias, 2, levou a filha para ser vacinada na UBS Leonor de Freitas, na Avenida Brasil, no bairro Compensa.

“Minha filha tomou a vacina contra poliomielite e a segunda dose da vacina para gripe e apesar dela ter chorado um pouquinho por conta da agulha, deu tudo certo e agora ela tá imunizada. Isso que importa”, disse contente.

Valentina foi vacinada neste sábado (24), na UBS Leonor de Freitas (Foto: Divulgação / Anamaria Leventi)

De acordo com Fabiana Encarnação, diretora da UBS Leonor de Freitas, a unidade está preparada e aguardando as crianças do público-alvo desta campanha.

“Nós esperamos que toda a população atenda ao chamado da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e da Prefeitura de Manaus e traga suas crianças para vacinar. Por conta da pandemia de Covid-19, muitas pessoas deixaram de procurar as unidades de saúde para imunizar seus filhos e essa é uma ótima oportunidade para verificar qual está faltando”, disse.

Ainda segundo a diretora, os adultos que forem acompanhar, podem aproveitar e verificar quais vacinas estão faltando atualizar.

“É uma campanha de multivacinação, o público-alvo são essas crianças menores de 15 anos, mas unidades de saúde estão preparadas para receber e atender o manauara que deseja se imunizar e não deixar seu cartão de vacina atrasado”, disse.

O Programa Nacional de Imunização (PNI) disponibiliza 18 vacinas para crianças e adolescentes, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

“Os índices de vacinação em todo o País estão abaixo de 70%, até pelo medo das pessoas em sair de casa para procurar uma sala de vacina devido à possibilidade de infecção pela Covid-19. É uma situação que representa risco de epidemias, mesmo de doenças que já não são registradas no Brasil. A reintrodução do vírus da poliomielite, que pode ocasionar sequelas graves ou a morte da criança, é uma grande preocupação porque ainda há registro de casos em outros países e a doença só pode ser prevenida com a vacina”, alertou Magaldi.

A lista com o endereço das salas de vacina pode ser acessada no site da Semsa.

Campanha de vacinação segue até o dia 30 de outubro nos postos da Semsa (Foto: Divulgação / Anamaria Leventi)

Vacinas

Na campanha contra poliomielite, todas as crianças na faixa etária de um a quatro anos devem receber uma dose da Vacina Oral contra Poliomielite (VOP). Para crianças de dois meses até 11 meses e 29 dias, os profissionais de saúde irão avaliar o cartão de vacina e verificar a necessidade de doses da Vacina Inativada contra a Poliomielite (VIP), seguindo o preconizado no Calendário Nacional de Vacinação.

Já a campanha de multivacinação tem como público atender crianças e adolescentes de até 14 anos, 11 meses e 29 dias, reforçando a oferta de vacinas como a Pentavalente, contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e o vírus Haemophilus influenzae B; Rotavírus, contra a gastrointerite; Pneumocócica 10, que protege a pneumonia, meningite e otite; Meningocócica C; Meningocócica ACWY (para adolescentes de 11 e 12 anos); Tríplice viral, que previne sarampo, caxumba e rubéola; Varicela; Vacina HPV; Influenza (gripe); Hepatite A; Dupla Adulto, contra difteria e tétano; e Febre amarela.

Anúncio